Great Place To Work: Follow ou unfollow, eis a questão!

Não é novidade, que as marcas estão em força nas nossas redes sociais à procura de advogados de marca! Algumas procuram sobreviver à época dos “cancelamentos”, enquanto outras, estão maioritariamente focadas em criar afinidade com o consumidor e atrair vendas. No fundo, todas lutam actualmente por conseguir alcançar uma reputação. Como diz, e bem, o dicionário, reputação pode ser favorável ou desfavorável. Sabemos que é impossível agradar a todos, mas é imperativo que as marcas tenham conceitos positivos no que toca à sua exposição, práticas como um bom atendimento, entrega de um serviço de qualidade ou inovação de produtos é o que consumidor espera de qualquer marca.

Num comportamento normal dos consumidores do séc. XXI, todos procuram informações no Google e redes sociais, bem como, opiniões verificadas e fiáveis. Esta é a prática do consumidor do séc. XXI, ele não entra numa loja sem a ter seguido no Instagram previamente ou rever as avaliações no Google. Portanto, não é difícil de concluir que uma boa imagem de fora é crucial à sobrevivência da marca.

Mas e quando a sua estratégia se torna um Cavalo de Tróia? Corroendo a sua exposição por dentro, desmistificando e expondo que as ideias e os conceitos escritos no site não são mais do que acções de marketing?

Pois é! A opinião de quem trabalha na organização pode destruir uma boa estratégia de comunicação, quando não se pratica o que se diz, ou, pode impulsionar uma marca através de quem a realmente conhece e faz a marca.

Segundo o estudo Best Workplaces ™ 2022, as organizações com os mais altos índices de confiança por parte dos colaboradores, 88% dos colaboradores recomendaria a sua organização a amigos e familiares. Enquanto nas com índices de confiança inferiores a 65% este valor desce para 63%.

Considerando Robin Dunbar, uma pessoa consegue manter até 150 relações sociais estáveis, e, portanto, tem a possibilidade de influenciar fortemente estas pessoas. Se considerarmos que cada colaborador poderá ter acesso a um número semelhante de relações, são muitos os advogados de marca reunidos directamente no interior das organizações, e nem falemos dos fenómenos “influencers” que existem no seio de todas as organizações, que através dos meios digitais chegam, ainda, a mais pessoas.

Para além disso, se o público interno estiver satisfeito irá influenciar todos os outros factores da reputação da sua organização. Ora vejamos:

  • Qualidade do serviço: colaboradores satisfeitos entregam melhores resultados, entre os 50 Melhores Lugares para Trabalhar de Portugal, 88% dos colaboradores afirma que o seu cliente classifica os produtos da sua organização como “excelentes”.
  • Valores da organização: sem dúvida um dos pontos fortes das estratégias de comunicação, o alinhamento de valores entre a marca e o consumidor. Contudo, se estes não forem realmente praticados os colaboradores serão os primeiros a denunciar este problema. Os valores da organização geram propósito nos colaboradores e também orgulho. A YKK, localizada em Alenquer, através da gestão ética e honesta, bem como do seu contributo à comunidade conseguiu gerar uns incríveis 99% de orgulho nos seus colaboradores.
  • Inovação: a entrega constante de novos produtos por parte das marcas, ajuda a definir também a sua reputação. Esta é uma das características que as empresas inserem no seu core, e dedicam-se inteiramente a esta capacidade, para surpreender todos os dias os seus clientes. Na Great Place to Work®, acompanhamos organizações há mais de 20 anos e conseguimos entender o que leva à inovação nas organizações, através do IVR (Inovation Velocity Ratio), podemos concluir que as empresas com melhores índices de confiança estão sempre no estágio mais avançado, fazendo com que os colaboradores dêem o melhor de si, cometam erros involuntários que lhes permitem aprender e desenvolver, adaptando-se mais rapidamente às mudanças necessárias na organização para alcançar o sucesso no mercado.

O FOLLOW DOS COLABORADORES

Se analisarmos o Google Trends, a pesquisa por Employer Branding teve um aumento exponencial nos últimos três anos, será apenas coincidência? Não, com a pandemia, a importância com as equipas ficou exposta nas marcas. Actualmente, Employer Branding é uma das principais tendências de comunicação das empresas, e quem consegue interligar todas as camadas é bem-sucedido em todas as frentes.

Contudo não é fácil, muitos colaboradores não se sentem à vontade para demonstrar apreço, ainda, que o sintam e o demonstrem de livre vontade nos questionários Great Place to Work®. Por isso, partilhamos seis dicas para impulsionar a reputação da sua empresa através de quem mais importa, os colaboradores:

1. Use as redes sociais para partilhar a vida interna da organização

Partilhe momentos da sua cultura organizacional, momentos de relacionamento online ou offline.

2. Assinale os dias temáticos

Aniversários, Dia da Mulher, Dia da luta contra o cancro… As pessoas da sua equipa têm histórias para contar todos os dias, aproveite os dias temáticos para relacionar os temas com as suas pessoas.

3. Vá além da sua organização

Para além de promover a flexibilidade de horário para que a sua equipa possa também dedicar-se aos seus hobbies, também, os pode celebrar! Demonstre o talento da sua equipa para além do trabalho na empresa, dê espaço para os comediantes, pintores, músicos e bailarinos da sua organização.

4. Desenvolva conteúdo de engagement para a sua equipa partilhar

Jogos, filtros, oportunidade de ter uma quote nas redes sociais da marca… As hipóteses são infinitas!

5. Seja transparente

Realize questionários de satisfação aos colaboradores, entenda quais são os pontos fortes e oportunidades de melhoria da sua organização e partilhe esta realidade com a sua rede. Esta é uma forma de demonstrar que os valores da sua organização são relembrados e vividos pelas suas pessoas.

6. Celebre

Defina objectivos alinhados com o propósito de todos na organização e celebre essas conquistas com todos os membros!

A reputação da sua organização começa de dentro para fora, conquiste o “follow” dos seus colaboradores e solidifique a reputação da sua organização. As empresas Best Workplaces™ têm três vezes mais retorno financeiro que os principais concorrentes demonstrando que os clientes preferem organizações que valorizam as suas pessoas.

Este artigo faz parte do Caderno Especial “Reputação”, publicado na edição de Julho (n.º 196) da Executive Digest.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.