Sputnik V: Médicos russos desconfiam da vacina, revela inquérito

Grande parte dos médicos russos não se sentiria confortável para receber a nova vacina contra a covid-19, devido à falta de dados e à sua aprovação rápida, revelou um inquérito feito a mais de 3.000 médicos esta sexta-feira.

A Rússia, que registou a primeira vacina contra a covid-19, disse na quarta-feira que o primeiro lote da Sputnik V estará pronto para alguns médicos no prazo de duas semanas.

No entanto, um inquérito a 3.040 médicos e especialistas de saúde, conduzido pela aplicação móvel “Manual do Médico” e citado pelo RBC Daily (jornal russo), mostrou que 52% dos profissionais inquiridos não estavam prontos para serem vacinados, enquanto apenas 24,5% disseram que concordariam em receber a vacina.

Além disso, só um quinto dos inquiridos disse que recomendaria a vacina a doentes, colegas ou amigos.

As dúvidas e receios são partilhadas por vários russos, que dizem estar demasiado assustados para receberem a vacina, enquanto outros concordam com o seu governo ao considerarem que o cepticismo manifestado por especialistas estrangeiros é motivado pelo ciúme.

Neste sentido, o ministro da Saúde, Mikhail Murashko, disse também esta quarta-feira que as alegações de que a vacina não é segura não têm fundamento e são motivadas pela concorrência.

Vacina Sputnik V: médico pneumologista russo demite-se devido a “graves violações” de ética

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...