Já começou a “revolução silenciosa” no mercado obrigacionista italiano

Em segundo lugar, o Plano de Recuperação e Resiliência Italiano de 200 mil milhões de euros, o mais caro da Europa e por fim, o facto de em fevereiro ter sido nomeado para o cargo de Primeiro-ministro do país um ex-líder do BCE, Mario Draghi, também conhecido pela imprensa internacional económica…