Recebeu um toque de um número internacional desconhecido? Tenha cuidado

Há consumidores a perder saldo ou receber faturas elevadas porque responderam ao toque de números internacionais desconhecidos. Não atenda nem devolva estas chamadas. Conheça as alternativas para comunicar.

1. Em que consiste a alegada fraude?
Os utilizadores queixam-se de receberem uma ou mais chamadas internacionais de números desconhecidos (números começados com “00”, ou “+” e o indicativo do país; exemplo +42 ou 0042). Trata-se apenas de um toque, não dando tempo a quem está do outro lado para atender a chamada. Tipicamente, o número fica registado no telemóvel e o utilizador, se retornar a chamada, fica automaticamente dentro da rede de quem faz este tipo de ataques. No caso dos tarifários pré-pagos, o cliente pode perceber rapidamente que foi vítima de fraude (com o desaparecimento de saldo do cartão), mas, no caso de ter um tarifário pós-pago pode dar-se o caso de só se aperceber da situação meses mais tarde, com a receção da fatura para pagar.

2. Que cuidados deve ter?
A ANACOM aconselha todas as pessoas que recebam chamadas de números internacionais que não conhecem a não devolver as chamadas.

3. Onde se pode dirigir para reportar esta situação?
Uma vez que a ANACOM não tem competências para investigar este tipo de situações, se vir o seu saldo ou fatura atacados neste contexto, e podendo estar em causa a prática de um crime, recomenda-se que apresente queixa junto da Polícia de Segurança Pública ou da Guarda Nacional Republicana da sua área de residência. Em alternativa, pode contactar diretamente o Ministério Público ou o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) junto do tribunal da área onde os factos se verificaram.

E-mail e apps de mensagens são alternativas

Não atender as chamadas internacionais de números desconhecidos pode ser problemático nalguns casos. Muitos consumidores têm familiares fora do País ou aguardam contactos de empresas estrangeiras, por exemplo, para tratar de negócios ou propostas de emprego.

Se é o seu caso, pode canalizar estes contactos para outros canais, como o e-mail ou as apps de mensagens, como o Whatsapp, Facebook Messenger, Snapchat, iMessage, entre outras.

No caso do e-mail, se não quiser dar o endereço pessoal a desconhecidos, pode criar uma segunda conta. Com as apps de mensagens, pode enviar uma mensagem para o número em causa a perguntar quem é e qual o assunto. É ainda uma forma de contactar amigos e familiares que estejam fora do País e confirmar se fizeram algum contacto.

Ainda assim, o e-mail e as apps de mensagens não estão isentos de riscos. São uma forma de fugir às burlas telefónica relacionadas com chamadas internacionais, mas podem ser alvo de phishing.

 

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...