Chegar aos millennials através da responsabilidade social

Quando os millennials fazem parte do target, as empresas tendem a adotar estratégias de marketing com foco na componente social. No entanto, nem todo o marketing social se faz através de plataformas como o Instagram, o Facebook ou o Twitter – a responsabilidade social é uma parte importante deste tipo de estratégia.

É verdade que para as empresas comunicarem com a geração nascida entre 1981 e 1996 é fundamental uma abordagem robusta aos media social. O que pode não ser tão óbvio é o apelo e o respeito que esta geração ganha por marcas e conteúdos socialmente responsáveis. E, sem dúvida, os social media são o meio preferencial de comunicação destas iniciativas com os millennials.

Um estudo recente da Nielsen refere que 85% dos millennials dizem que é extremamente ou muito importante que as empresas implementem programas para proteger o meio ambiente, e 75% dizem que com certeza ou provavelmente mudariam os seus hábitos de compra para reduzir o impacte ambiental.

De acordo com um outro estudo, da Gartner, as marcas que ativamente se envolvem com os seus seguidores estão a influenciar 63% dos millennials.

Estes são alguns dos tipos de programas de responsabilidade social que os millennials procuram online:

  • Parcerias para caridade
  • Atividades comunitárias e de voluntariado
  • Políticas ambientais para reduzir a pegada de carbono
  • Políticas laborais positivas, incluindo de antidiscriminação e antiassédio.

 

Integrar a responsabilidade social na estratégia de marketing

É muito comum que empresas globalmente conhecidas tenham implementado um programa de responsabilidade social, mas nem sempre a mensagem está bem integrada nas suas campanhas de marketing. Assim, mesmo que colaboradores, fornecedores e o próprio planeta usufruam dos benefícios destas atividades, muitas vezes não é chamada a atenção dos consumidores através da partilha de casos de sucesso de responsabilidade social nas redes sociais.

De acordo com um estudo realizado nos Estados Unidos, 66% dos utilizadores de Internet acreditam que mais marcas deveriam ter uma posição no que diz respeito a valores sociais, e 52% gastariam o seu dinheiro em marcas alinhadas com valores sociais. Isto significa que a mensagem, se for passada, não deixa de ser ouvida.

 

Onde partilhar?

De acordo com a eMarketer, o Facebook continua a ser a plataforma social mais utilizada pelos millennials (65%), seguida muito de perto pelo YouTube (61%). Seguem-se o Instagram (55%), o Snapchat (42%) e o Twitter (28%). 

Em todas estas plataforma, o segredo para ter impacto parece estar numa regra muito simples: ser específico na comunicação. Declarações vazia sobre tornar o mundo um sítio melhor e comentários vagos sobre “fazer a diferença” perdem-se facilmente. Os millennials estão em contacto com os problemas sociais e de sustentabilidade, razão pela qual o marketing de responsabilidade social irá ter melhores resultados se se focar em programas específicos a implementar e quem são os beneficiários. Em suma, para conquistar os millennials, é preciso dar-lhes algo em que acreditar e em que eles se queiram envolver.

Ler Mais

Comentários
Loading...