Salários dos recém-licenciados caem 18% desde 2008

O rendimento médio mensal líquido dos trabalhadores por conta de outrem (TCO), com ensino superior e até aos 24 anos de idade, ainda está longe de recuperar do tombo sofrido durante os anos negros da crise.

Em 2008, um jovem recém-formado ganhava, em média, €793 líquidos mensais. Um rendimento que caiu para apenas €592 em 2013. De então para cá, este salário tem vindo a recuperar, mas continua 8,4% abaixo do pré-crise, de acordo com os cálculos do Expresso, realizados a partir de dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Se a análise levar em conta a inflação, para avaliar a evolução do poder de compra destes jovens qualificados (até aos 24 anos de idade), a perda acentua-se. O salário atual de €726 líquidos por mês traduz uma quebra de 18,2% em termos reais face a 2008.

Em sentido contrário, a remuneração líquida mensal dos trabalhadores menos qualificados aumentou desde 2008. Um profissional com o ensino básico (3º ciclo) ganha hoje, em média, €667, mais 18,1% do que em 2008 (variação nominal).

Ao nível do poder de compra, ou seja, considerando o impacto da inflação, a variação é mais modesta, mas ainda assim positiva: mais 5,6%.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nescafé Dolce Gusto abre casa pop-up só para amantes de café
Automonitor
SEAT Mii electric quase a chegar