Palácio dos Festivais de Cannes vendido virtualmente como NFT em leilão

Dez lugares emblemáticos da cidade de Cannes, no sul de França, incluindo o Palais des Festivals, foram vendidos esta terça-feira virtualmente, sob a forma de NFT, num leilão que arrecadou mais de 330 mil euros.

“Pela primeira vez, colocamos à venda NFT (‘Non Fungible Tokens’ ou ‘Token’ Não Fungível) vinculados a lugares imobiliários”, salientou Arnaud Oliveux, leiloeiro da casa Artcurial que administrou a venda que decorreu na capitania do porto de Cannes.

Os NFT são ativos digitais que devido a uma tecnologia de cadeia de blocos, denominada “blockchain”, ficam registados como únicos, irreplicáveis e cujo historial de transações pode ser seguido desde a origem.

Desde 01 de março que a lei francesa autoriza as casas de leilão a oferecerem “bens intangíveis” e, esta terça-feira, dez lugares emblemáticos da cidade famosa pelo seu festival internacional de cinema, foram leiloados.

Além do Palais des Festivals, foi também a leilão a Croisette – o passeio à beira-mar – e o Porto Velho ou o Suquet, o berço histórico da cidade.

A oferta mais alta foi pelo Palais des Festivals, que foi adquirido por 65 mil euros, enquanto a Croisette rendeu 59.040 euros, divulgou a casa de leilões em comunicado.

O leilão totalizou os 331.936 euros, incluindo os custos, realçou ainda a Artucurial, que considerou este tipo de venda “um sucesso”.

Os compradores vão receber uma chave digital segura contendo o NFT e um modelo 3D da sua aquisição, que poderão, depois, integrá-la no metaverso (mundo virtual), para fazer um uso comercial ou cultural deles, explicou Charles-Henri Puaux, CEO da Pertimm, prestadora de serviços especialista em e-commerce (comércio ‘online’).

Entre outras possibilidades, o comprador poder abrir lojas virtuais na Croisette ou realizar eventos ou festivais no palácio, “respeitando os usos previstos no contrato”, acrescentou Puaux.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.