Mota-Engil vence contratos em Angola, Moçambique e Portugal

“Em Angola, e resultante de um processo de concurso público para a implementação de projetos estruturantes na província do Cunene, a Mota-Engil ganhou contratos que visam a construção de barragens, sistemas de captação de água e canais adutores“, indicou.

Neste conjunto de projetos, a Mota-Engil Angola venceu em consórcio, com uma participação de 50%, o concurso que diz respeito ao terceiro lote para a construção da barragem de Calacuve, sendo a obra avaliada em 177 milhões de dólares (cerca de 160 milhões de euros) e com um prazo de execução de 20 meses.

Por sua vez, em Moçambique, a Mota-Engil África celebrou um contrato para a execução de serviços mineiros em Matize, que totalizará, sensivelmente, 100 milhões de dólares (cerca de 90 milhões de euros) e contemplará execução dos serviços mineiros, incluindo a perfuração, desmonte com explosivos e carga e transporte de carvão e estéril.

Os trabalhos a executar na minha terão um prazo de 60 meses, estando o início agendado para este mês.

“A assinatura de mais um contrato em Moatize, suportando o desenvolvimento da atividade económica que se alarga a toda a região de Tete, confirma Moçambique como um dos principais eixos da dinâmica comercial da Mota-Engil África neste continente”, sublinhou a empresa.

Já em Portugal, a Mota-Engil celebrou com a Vanguard Properties um contrato para a construção do edifício residencial ‘Infinity’, em Lisboa, que terá um total de 195 apartamentos, entre as tipologias T1 e T6.

O contrato no valor de 77 milhões de euros prevê um prazo de execução de 28 meses.

A Mota-Engil foi fundada em 1946 e está presente na Europa, África e América Latina, em 28 países, contando com mais de 30 mil colaboradores.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã