Mazars lança guia com abordagem de negócios sustentável

A Mazars anunciou esta quarta-feira que lançou um guia prático para a implementação de uma abordagem de negócios sustentável, que define o compromisso com esta temática para gestores e líderes.

Redigido em parceria com a ecoDa (European Voice of Directors), o documento elenca ainda as questões-chave a abordar e identifica medidas concretas que deveram ser adotadas de forma sistemática, numa abordagem voltada para o futuro, com etapas a cumprir e objetivos claros a alcançar.

“A pressão sobre a liderança organizacional para abordar a temática da sustentabilidade aumentou significativamente nos últimos anos e uma mudança radical ocorreu em resultado da pandemia COVID-19. Face a expectativas generalizadas sobre questões ambientais, sociais e de governança (ESG), particularmente no contexto europeu, os modelos de negócio das empresas precisam de evoluir para integrar a criação de valor a longo-prazo”, explica a empresa numa nota enviada à comunicação social.

De acordo com a Mazars, o documento foi feito na sequência de várias mesas redondas reorganizadas pelas duas partes no final de 2019 e início do ano passado em vários países europeus, nas quais estiveram reunidos gestores e investidores para discutir de que modo desenvolver um diálogo eficaz, com base num compromisso mútuo, para promover o sucesso sustentável em benefício de stakeholders internos e externos e da sociedade em geral.

Nas palavras de Patrícia Cardoso, Partner da Mazars em Portugal, “as questões ambientais e sociais de uma empresa ocupam, cada vez mais, o topo da lista de preocupações de decisores e stakeholders. Uma abordagem proativa à sustentabilidade pode aumentar a vantagem competitiva de uma empresa em várias dimensões, incluindo a sua capacidade de recrutar e reter talento, potenciar a reputação corporativa e promover a satisfação dos clientes e a fidelização à marca.”

O referido guia foi idealizado para ser seguido em paralelo com códigos de governança corporativa e regulamentos, padrões e princípios nacionais e internacionais já existentes, abordando a importância da liderança para a gestão da sustentabilidade e as crescentes responsabilidades legais e regulatórias que a Gestão enfrenta nesta área.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.