Criptomoedas podem desestabilizar as nações, alerta Hillary Clinton

As criptomoedas podem “desestabilizar nações”. Este é o alerta deixado por Hillary Clinton, ex-candidata presidencial democrata, durante a sua intervenção num painel de discussão no Bloomberg New Economy Forum, que se realiza esta sexta-feira em Singapura.

“Mais uma área que espero que os Estados-nação comecem a prestar mais atenção é o aumento das criptomoedas – porque o que parece ser um esforço muito interessante e um tanto exótico para literalmente minerar novas moedas digitais para negociar com elas, tem o potencial de minar as moedas, de minar o papel do dólar como moeda da reserva, de desestabilizar nações, começando talvez pelas pequenas, e indo muito mais além ”, afirmou Hillary Clinton.

A ex-candidata presidencial democrata sublinhou ainda que os governos de todo o mundo enfrentam uma série de novos desafios, incluindo desinformação e inteligência artificial, e que as criptomoedas têm o poder de enfraquecer países inteiros.

Hillary criticava Vladimir Putin, acusando-o de implantar “um grande estábulo de hackers e aqueles que lidam com desinformação e guerra digital”. Já em 2017 a ex-candidata tinha acusado a Rússia de hackear os emails internos da sua campanha à presidência dos EUA.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.