Alojamento local. Eis o perfil do turista português

Mais de 1,98 milhões de viajantes, residentes em Portugal, terão ficado hospedados, pelo menos, uma vez num alojamento local (AL) ao longo de 2019. A maioria são famílias (42,1%), casais (39,5%) e grupos de amigos (17,5%), mostram dados do segundo Barómetro do Alojamento Local, feito pela HomeAway, plataforma concorrente ao Airbnb.

A localização, o preço e o meio envolvente foram os factores que mais influenciaram a escolha do AL para férias. A esmagadora maioria dos inquiridos (84,9%) utilizou esta opção de estadia entre uma a quatro vezes, sendo o apartamento o tipo de alojamento preferido pelos viajantes (51,6%), seguido da moradia (27,1%).

Verificou-se ainda que 94% das estadias tiveram uma duração até sete noites e o número médio de turistas presentes no alojamento é de 3,7 pessoas.

Os dados revelam também que 89,1% dos inquiridos afirmaram a intenção de fazer a recomendação a um familiar ou amigo. No momento de avaliar o grau de satisfação, o descanso (4,43 numa escala de 0 a 5), a limpeza (4,33) e a localização (4,30) foram factores determinantes.

O segundo Barómetro do Alojamento Local da HomeAway foi realizado em colaboração com o Centro de Investigação em Comunicação Aplicada e Novas Tecnologias e o Departamento de Turismo da Universidade Lusófona. No total, foram inquiridos mil indivíduos residentes em Portugal, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos de idade, que ficaram num AL, em território nacional, pelo menos uma vez, durante o período de Agosto de 2018 a Setembro de 2019.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Quer ir ao Burning Man? Cuidado com os bilhetes falsos
Automonitor
#Ensaio – Mercedes-Benz GLC 220d – A medida perfeita