As dicas de 9 empreendedores (de sucesso) para transformar 100 dólares num milhão

Afinal, não é preciso muito para conseguir ter um milhão de dólares (ou euros) na conta. O ponto de partida pode ser apenas 100 dólares, desde que se conjugue esta base modesta com as competências necessárias e uma mão cheia de boas decisões. Para ajudar, a CNBC pediu a nove milionários para partilharem as suas experiências e conselhos:

1 – Investir em algo que se ama. Bethenny Frankel, fundadora da empresa Skinnygirl, acredita que o segredo pode estar no amor. Diz a profissional que é possível atingir o patamar da riqueza recorrendo apenas a técnicas de poupança, mas que o melhor é mesmo investir: que tal encontrar um grupo de pessoas de confiança, juntar os 100 dólares de cada uma e investir? De preferência em algo que se conheça bem e com o qual se tenha uma ligação emocional. Ao escolher um imóvel para investir, por exemplo, o melhor é optar por uma casa onde não se importaria de morar caso tudo corra mal;

2 – Comprar e vender artigos em vendas de garagem. Há tesouros escondidos nas vendas de garagem, palavra de Gary Vaynerchuk, fundador e CEO da VaynerX. O objectivo é procurar artigos que estejam à venda por um preço inferior ao seu valor, nomeadamente figuras de acção e peluches, comprá-los e revendê-los com lucro. Pode não dar para chegar ao milhão de dólares desta forma, mas 100 mil já é uma evolução positiva e um valor aceitável para investir naquilo que o transformará num milionário;

3 – Apostar em si próprio. Grant Cardone, especialista em vendas com um império imobiliário de 750 milhões de dólares, considera que investir numa oportunidade de negócio é como jogar na lotaria. O mais seguro é investir em si próprio: pegar nos 100 dólares e fazer um curso, ler livros ou ir a eventos que possam ajudar a desenvolver novas competências;

4 – Aprender uma competência lucrativa. Dan Lok, fundador da Closers.com, segue a mesma linha de pensamento mas vai mais longe. O profissional aconselha a não começar um negócio se 100 dólares é o único dinheiro disponível. O melhor é utilizar esses 100 dólares para estudar e aprender uma competência que faça com que o ordenado ao fim do mês seja de pelo menos 10 mil dólares;

5 – Escrever um e-book. E se transpusesse os seus conhecimentos para um e-book e ganhasse dinheiro com isso? Basta escrever um guia com base na experiência acumulada e pedir a um designer para tratar da parte visual (os 100 dólares serão gastos na contratação do designer). Depois, basta vender o e-book, estabelecendo, por exemplo, parcerias com marketplaces. A dica é de Bryce Welker, CEO da Crush Empire e da Crush the CPA Exam;

6 – Comprar um negócio multimilionário com o dinheiro de outras pessoas. Moran Pober, fundador e CEO do Acquisitions.com, não está a sugerir que se fique rico à custa de outras pessoas. O profissional aconselha apenas a que se procurem oportunidades junto de baby boomers: donos de negócios multimilionários à beira da reforma procuram, muitas vezes, a quem passar a empresa. Em alguns casos, o comprador paga apenas 30% do valor do negócio e fica com ele. E onde está a parte que diz respeito ao dinheiro de outras pessoas? É que, embora 100 dólares não cheguem, instituições financeiras estarão disponíveis para emprestar o dinheiro necessário;

7 – Construir uma marca pessoal. Outra forma de transformar 100 dólares num milhão é através da marca pessoal. «Pode-se fazer milhões ao construir a própria marca enquanto influenciador ou negócio», adianta Torben Platzer, fundador e CEO da TPA Media, alertando, porém, que, num mundo onde todos têm voz, é necessário ter algo de diferente para se destacar. Neste caso, os 100 dólares devem ser utilizados para investir em anúncios no Facebook para que as pessoas certas sejam alcançadas;

8 – Começar um negócio na Amazon. Primeiro que tudo, estudar, aprender com outros empreendedores e ler todos os livros possíveis sobre negócios e gestão. Depois, encontrar um produto que se possa comprar na Alibaba por 10 ou 30% do preço a que se pode vender, mais tarde, na Amazon. Matt Clark, co-fundador e chairman da Amazing.com, diz que ainda serão precisos outros 500 dólares para construir um inventário, mas que o primeiro passo já estará dado;

9 – Lançar um negócio de coaching. Por fim, Rudy Mawer, fundador e CEO da ROI Machines, aconselha a investir os 100 dólares disponíveis em competências especializadas. A partir daqui, é possível criar um negócio de coaching, consultora e mentoria em qualquer tipo de área.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...