Unidade da JP Morgan perdoa dívida de cartão de crédito a clientes

A Morgan Chase & Co concordou em perdoar a dívida pendente do cartão de crédito dos seus clientes portadores de cartão bancário canadiano.
Esta benesse vem no seguimento da decisão do banco norte-americano sair do mercado de cartões de crédito canadiano, informou a empresa na quinta-feira passada, noticia a Reuters.

O Chase Bank, que é operado pelo JP Morgan Chase, anunciou em Janeiro de 2018 que iria fechar todas as contas de cartões de crédito no Canadá a 15 de Março do ano passado. Na altura os clientes precisavam de continuar a fazer o pagamento das suas contas.

O banco recusou-se a dizer quando tomou a decisão de amortizar a dívida remanescente. A Canadian Broadcasting Corporation citou alguns clientes que receberam cartas do banco esta semana a informar sobre a decisão.

O Morgan Chase & Co não divulga quantos clientes foram afectados, ou a dívida total que foi perdoada.

Uma alternativa teria sido vender a dívida a terceiros, mas a empresa achava que cancelar a dívida era “uma decisão melhor para todas as partes, incluindo e, mais importante, os nossos clientes”, indicou Maria Martinez, vice-presidente de comunicações para Chase Card Services, à Reuters.

“É uma loucura”, disse Douglas Turner, um camionista com 55 anos, à CBC. “Isto não acontece com os cartões de crédito. Os cartões de crédito são histórias de terror.

Turner disse à CBC que a sua dívida era superior a 4500 dólares.

É uma situação única e “é improvável que se repita”, disse Scott Hannah, presidente da Credit Counselling Society. “É o primeiro, nesta escala.”

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo