Unicef vai passar a aceitar donativos em criptomoedas

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) revelou que vai passar a aceitar e a fazer donativos em criptomoedas, como a bitcoin e a éter, avança o “The Guardian”.

De acordo com o diário britânico, visa abrir as organizações não-governamentais a outras fontes de donativos e, ao mesmo tempo, a poupar custos com transferências e intermediários, cobrados pelas instituições financeiras tradicionais, sobretudo em transferências de grandes montantes para outros continentes. 

As criptomoedas também permitirão acompanhar mais facilmente as doacões e saber onde é que as verbas são aplicadas.

Christopher Fabian, responsável por co-fundar a unidade de Inovação da Unicef, explica que esta medida pretende preparar a organização para o futuro. «Encaramos esta mudança como uma aprendizagem pela qual precisamos de passar para nos prepararmos para a próxima década», disse, sublinhando o interesse «na velocidade e na eficiência». Fabian admite também que embora haja «uma boa capacidade para movimentar dinheiro globalmente, há sempre fricção».

A Unicef junta-se, assim, a outras instituições humanitárias que incorporaram donativos em criptomoedas, como o Comitê Internacional da Cruz Vermelha e o Programa Alimentar Mundial da Organização das Nações Unidas.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo