Preço da luz desce 18 cêntimos por mês em 2020

Os preços da electricidade para os clientes domésticos que ainda estão no mercado regulado vão descer 0,4% em 2020, de acordo com a proposta tarifária apresentada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Segundo as contas da entidade liderada por Cristina Portugal, esta variação vai traduzir-se num corte médio de 18 cêntimos numa factura mensal de 43,9 euros para uma família com consumos típicos.

Já para os consumidores com tarifas sociais, a proposta da ERSE prevê uma descida na factura mensal de electricidade de 11 cêntimos, para uma factura média mensal de 27 euros (valor que já integra a aplicação de um desconto social mensal de 13,81 euros).

Esta medida vai impactar mais de um milhão de clientes domésticos que se encontram no mercado regulado. A larga maioria, mais de cinco milhões, já transitou para o mercado liberalizado.

A descida de 0,4%  das tarifas acontece depois de no ano passado a entidade reguladora ter avançado com um aumento de 0,1% da factura da luz. Esta alteração significou cinco cêntimos a mais na factura. Já em 2017, a ERSE propôs uma descida de 0,2% nos preços, a primeira em 18 anos.

A proposta de actualização das tarifas ainda tem de ser submetida à aprovação do conselho tarifário da ERSE e a versão definitiva e será anunciada até 15 de Dezembro. Os novos preços entram em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2019.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nescafé Dolce Gusto abre casa pop-up só para amantes de café
Automonitor
SEAT Mii electric quase a chegar