Comandante da polícia do Vaticano demite-se

O comandante da polícia do Vaticano, Domenico Giani, apresentou demissão nesta segunda-feira, avança a “Reuters”, citando o Vaticano.

A decisão surge na sequência das buscas a alguns gabinetes da secretaria de Estado e da Autoridade de Informação Financeira (AIF) do Vaticano, meses depois de o Instituto para as Obras de Religião e o seu adjunto terem apresentado denúncias, relativas a transacções financeiras suspeitas realizadas ao longo do tempo.

A 2 de Outubro, recorde-se, a Justiça do Vaticano suspendeu cinco funcionários, incluindo Giani, que ocupava o cargo desde 2006, escrevia a revista italiana “L’Espresso”, que ilustrava a notícia com a fotografia afixada pela polícia nos portões do Vaticano, onde é possível ver os cinco suspeitos, algo que não terá agradado ao papa Francisco. Entre eles estaria Tommaso Di Ruzza, director da AIF, e Monsenhor Mauro Carlino, chefe da documentação da Secretaria de Estado.

Contactada pela “Reuters”, fonte do Vaticano confirmou, na altura, a suspensão de quatro funcionários, menos a de Di Ruzza.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Nescafé Dolce Gusto abre casa pop-up só para amantes de café
Automonitor
SEAT Mii electric quase a chegar