Cofina confirma negociações com a Prisa para comprar TVI

É oficial: a Cofina confirmou que está em negociações com a Prisa para comprar a Media Capital, dona da TVI.

“A Cofina – SGPS, S.A. (“Cofina”) confirma que estão a decorrer negociações com a Promotora de Informaciones, S.A. (“Prisa”), em regime de exclusividade, relativas à potencial aquisição da participação da Prisa na Grupo Media Capital SGPS, S.A. (“Media Capital”), grupo português do sector dos media, com presença no mercado da televisão, produção audiovisual, rádio, digital, música e entretenimento”, afirma o grupo dono do Correio da Manhã e da CMTV em comunicado.

A confirmação surge depois de a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários ter suspendido a negociação das acções da Cofina e da Media Capital, após o “Expresso” ter avançado que os dois grupos estavam em «negociações exclusivas».

Para avançar, o negócio terá de obter luz verde da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, que tem direito de veto, bem como pela Autoridade da Concorrência (AdC).

Entretanto, esta quinta-feira, depois de as empresas portuguesas terem ficado com a negociação suspensa, a Prisa emitiu um comunicado onde refere que «mantém negociações em regime de exclusividade com a Cofina em relação a uma potencial venda à Cofina da participação accionista que a Prisa detém na sua filial cotada portuguesa Grupo Media Capital».

Recorde-se que, em 2017, a AdC inviabilizou o acordo de venda da Media Capital ao grupo Altice, dono da MEO, que chegou a oferecer 440 milhões de euros à Prisa, grupo espanhol que controla a Media Capital desde 2005.

A Cofina, empresa de media dirigida por Paulo Fernandes, detém títulos como o Correio da Manhã, CMTV, Jornal de Negócios, Sábado, entre outros. Já a Media Capital controla a TVI, TVI24, a produtora Plural, a Comercial e outras rádios.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
178 restaurantes juntam-se à Rota de Tapas Estrella Damm
Automonitor
As melhores imagens da 2ª Conferência AUTOMONITOR