Tesla pede ajuda à Apple para apanhar ladrão de segredos

A Tesla e a Apple suspeitam que foram traídas por engenheiros de carros autónomos que foram trabalhar para a mesma start-up chinesa.

Agora, avança a Bloomberg, a Tesla está a pedir ajuda à Apple num processo judicial, no qual a fabricante de automóveis elétricos acusa um engenheiro que trabalhava no programa Piloto Automático de levar milhares de arquivos altamente confidenciais quando aceitou um emprego na XMotors.ai, a divisão de análise nos EUA da Xpeng, sediada em Guangzhou.

Além das exigências típicas da fase inicial de apuramento dos factos, apresentadas no processo movido na semana passada, a Tesla quer acesso aos emails do engenheiro e uma análise aos seus equipamentos eletrónicos. A companhia fundada por Elon Musk informou que convocou a Apple a depor.

O processo não especifica os documentos que a Tesla quer da Apple, mas o entendimento é que, embora as gigantes de Silicon Valley sejam concorrentes no segmento de condução autónoma, as duas têm na Xpeng uma inimiga em comum.

Recorde-se que em julho do ano passado, um engenheiro da equipa de desenvolvimento de veículos autónomos da Apple foi acusado de descarregar arquivos quando se preparava para deixar a companhia para trabalhar na mesma empresa chinesa.

A Xpeng afirma que segue as regras e nega qualquer envolvimento na conduta supostamente imprópria dos engenheiros. A empresa chinesa tem entre os seus investidores a Alibaba Group Holding e a Foxconn Technology Group e está entre as start-ups chinesas que pretendem redefinir o setor automóvel.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Morreu Alexandre Soares dos Santos
Automonitor
MotoGP tem novo Safety Car: BMW M8