5G: Anacom contabiliza quase 7.000 estações em 99% concelhos do país no 1.º trimestre

O número de estações de base 5G instaladas em Portugal, no final do primeiro trimestre deste ano, ascendia a 6.992, distribuídas por 305 concelhos (99% do total) e por 1.705 freguesias (55%), adiantou hoje a Anacom, em comunicado.

Segundo a Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), tendo em conta os dados reportados nos primeiros três meses deste ano, face ao último trimestre de 2022, “o número de estações de base 5G instaladas teve um acréscimo de 20%, correspondendo a 1.150 novas estações”.

Assim, “no final do 1.º trimestre de 2023, de acordo com a informação reportada à Anacom, o número de estações de base instaladas no território nacional com tecnologia 5G ascendia a 6.992 estações, distribuídas por 305 concelhos (99% dos concelhos no país) e por 1.705 freguesias (55% das freguesias no país)”.

O regulador deu ainda conta de que “o número de freguesias em que existem estações 5G cresceu em 12%”, incluindo “freguesias de baixa densidade com estações 5G (mais 16%), correspondendo a 458 novas estações” e “freguesias nas Regiões Autónomas com estações 5G (mais 3%), com mais 46 novas estações”.

“A NOS mantém-se como o operador que até à presente data instalou mais estações de base, sendo seguida pela Vodafone e pela Meo”, indicou a Anacom, detalhando que, “no que respeita à variação do número de estações instaladas face ao trimestre anterior, a NOS cresceu 13% (+392 estações), a Vodafone 36% (+648 estações) e a Meo 10% (+110 estações)”.

Na mesma nota, a Anacom disse que “a área total das freguesias onde não existem estações 5G representa 40% do território nacional e, de acordo com o Censos 2021, corresponde a cerca de 12% da população nacional”.

O regulador disse ainda que “se for tomado como referência o sistema hierárquico de divisão do território em regiões NUTS III, verifica-se que para as unidades administrativas Douro, Beiras e Serra da Estrela, Beira Baixa, Médio Tejo, Alto Alentejo, Alentejo Central, Alentejo Litoral e Baixo Alentejo, o número de estações de base 5G continua a ser significativamente menor do que aquele que existe nas restantes regiões do país”.

Paralelamente, referiu a entidade, “da análise efetuada, verifica-se que uma expressiva maioria das estações 5G (63% do total, correspondendo a 4.417 estações) localiza-se em áreas predominantemente urbanas”, sendo que “cerca de 15% (1.038 estações) estão instaladas em áreas mediamente urbanas e 22% (1.537 estações) em áreas predominantemente rurais, representando um aumento das estações nestes dois últimos tipos de áreas desde o final de 2022”.

O regulador destacou que “tendo por base o mapeamento dos territórios de baixa densidade” se verifica “que a grande maioria das estações 5G se encontra instalada em freguesias que não são de baixa densidade (4.685 estações, 67% das estações), sendo que cerca de 74% das freguesias que não são de baixa densidade já dispõe de pelo menos uma estação 5G”.

Por sua vez, “apenas 26% do total de estações (1.831 estações) estão instaladas em freguesias de baixa densidade”, destacou.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.