pub

BP avança com o seu primeiro grande projecto de hidrogénio

A britânica BP juntou-se à dinamarquesa Orsted para avançar com aquele que será o seu primeiro grande projecto na área do hidrogénio verde. Segundo adianta o Financial Times, estão em cima da mesa planos para um centro de produção de escala industrial com morada na refinaria de Lingen, na Alemanha.

O objectivo será usar a energia do vendo do Mar do Norte para dividir a água em hidrogénio e oxigénio. Embora não avancem detalhes financeiros, nomeadamente o investimento associado, a BP e a Orsted indicam que a produção com zero emissões deverá ter início em 2024.

«O hidrogénio deverá desempenhar um papel importante na estratégia da BP, mas será também essencial no mix energético do futuro», comenta Louise Jacobsen Plutt, responsável pelo negócio de hidrogénio e carbono da BP. Até 2050, a empresa espera ser neutra em carbono.

Actualmente, o hidrogénio é usado maioritariamente em processos industriais, mas a pressão tem aumentado um pouco por todo o mundo no sentido de promover esta fonte de energia enquanto alternativa mais ecológica em diferentes áreas de actividade.

O problema estará nos custos envolvidos. O chamado hidrogénio verde é mais caro do que o hidrogénio tradicional (obtido a partir de gás natural), mas a intenção será reduzir o montante necessário para desenvolver este tipo de energia.

pub

Comentários
Loading...