Randstad Insight: Longevidade impacta pensões e emprego

A actual conjuntura e o reflexo das medidas de austeridade são em si causadoras desta visão, que se apresenta mais realista do que propriamente pessimista se tivermos em consideração as declarações públicas sobre estes temas.

Em Portugal, 89% das pessoas inquiridas acredita vir a trabalhar além da idade de reforma. Apenas em Itália este número é mais elevado (91%). Muito embora este seja um valor elevado verificamos que não há nenhum país analisado onde menos de metade dos inquiridos tenha uma opinião diferente e a média global de 77% reflecte isso mesmo.

Leia este artigo na íntegra na edição de Maio da Executive Digest



Comentários estão fechados.