Quanto do subsídio do Natal vão os portugueses gastar?

Cerca de um quarto dos portugueses (24%) tenciona gastar metade ou mais do subsídio de Natal efectivamente durante o período de Natal. Por outro lado, 20% afirma não pretender gastar nenhuma parte do subsídio, guardando este montante para outra altura ou reservando-o para poupanças.

A conclusão é do estudo de Natal do Obervador Cetelem, segundo o qual a maior diferença face ao ano passado é a percentagem que diz gastar o subsídio de Natal na totalidade: este ano, apenas 5% diz fazê-lo, face a 11% em 2018.

Quanto ao valor que os portugueses tencionam gastar, o mesmo estudo aponta para 388 euros, o que contrasta com os 382 euros registados em 2018. Deste total, 234 deverá ir para presentes. A segunda maior fatia dos gastos totais deste período diz respeito a mercearia, ainda que apresente uma descida face ao ano passado – passa de 47% em 2018 para 36% este ano.

Os portugueses entre os 35 e os 54 anos são os que tencionam gastar mais este Natal, ao passo que aqueles entre os 18 e os 24 anos e entre os 55 e os 65 anos são os que planeiam gastar menos.

A análise tem por base as respostas de 600 portugueses, de ambos os sexos, entre os 18 e os 74 anos e residentes em Portugal Continental.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Guerra do streaming: consumidores dão oportunidade aos novos players
Automonitor
As ideias (brilhantes) da Skoda