BP: liderar o futuro

EXECUTIVE DIGEST CONTENTS

A ambição da BP ao nível de mobilidade avançada é tornar-se num fornecedor de soluções de mobilidade integradas de futuro.

A BP, por ter consciência das exigências de mais energia – e cada vez mais limpa –, tem vindo a trabalhar para continuar a ser um aliado dos seus clientes, com a criação de produtos com consumos mais eficientes com vista à redução de emissões de carbono e à criação de soluções energéticas alternativas. Sabemos que a resposta não pode ser singular, por isso, em todos os cenários que trabalha apresenta uma diversificação de portefólio e não apenas uma solução.

As populações necessitam de mais energia, mas querem uma maior redução das emissões de carbono. «Queremos responder às expectativas dos nossos clientes, por isso, a BP está empenhada em acompanhar as metas do advanced low carbon transition e investe bastante na investigação de novas formas de mobilidade: dos carros eléctricos aos autónomos, passando pela necessidade de energia mais limpa para esses veículos. Pensando o crescimento sustentável como um conjunto de práticas que assegurem o desenvolvimento saudável a longo prazo, a BP destaca a aposta numa política low carbon, os investimentos no negócio e a aposta em parcerias estratégicas, como por exemplo com a EDP.

Desta parceria resultaram 12 postos de carregamento rápido para veículos eléctricos em Postos de Abastecimento BP, tendo o objectivo de chegar aos 30 postos em toda a rede, até ao final de 2020», explica fonte oficial da BP Portugal. Também as vantagens se multiplicam nesta área. Os clientes da EDP Comercial, com cartão Poupa Mais, que abastecem nos postos BP pagam menos pela electricidade e gás. Cada 40 litros de combustível, acumulados mensalmente na BP, dá direito a um desconto automático de dois euros na factura da EDP Comercial. Os benefícios alargam-se também aos carregamentos dos veículos eléctricos, nos postos BP, que passam a receber pontos a triplicar no cartão Poupa Mais.

A tónica passa pelo aproveitamento das oportunidades geradas pela política low carbon e conjugá-las com as novas formas de mobilidade. «Apesar e por força da crescente necessidade de energia a nível mundial, na BP estamos profundamente comprometidos em reduzir a zero o crescimento das nossas emissões até 2025; melhorar e desenvolver ainda mais eficazes low carbon fuels (fomos pioneiros em Portugal), lubrificantes e produtos químicos, aumentando a diversidade das nossas ofertas energéticas agregadas com menores emissões; criar e expandir operações de energias renováveis, investindo 500 milhões de dólares ao longo dos próximos anos e co-financiando o fundo de mil milhões de dólares, resultante do acordo de Paris de que a BP foi subscritora desde a primeira hora. Como tal a BP Portugal à imagem de todas as operações locais do Grupo BP tem muito clara a sua estratégia e objectivos no que à sustentabilidade das nossas operações diz respeito, em linha com o que temos feito ao longo dos últimos mais de 100 anos em que fornecemos energia ao mundo», acrescenta a mesma fonte.

A ambição da BP ao nível de mobilidade avançada é tornar-se num fornecedor de soluções de mobilidade integradas de futuro. A empresa quer ajudar a moldar e a liderar o futuro da mobilidade através de uma estratégia que permitirá ser competitiva num momento em que os preços, a tecnologia e as preferências dos consumidores estão a evoluir.

QUALIDADE

A BP em Portugal é o player número dois do mercado sendo reconhecida como uma Marca de Qualidade, com uma posição única nos Combustíveis Premium e no Programa de Fidelidade. A rede tem 480 postos em todo o país, incluindo a Ilha da Madeira. Apesar da sua cobertura nacional, existe uma concentração de postos ao longo da costa, em particular, nos distritos de Lisboa, Porto, Setúbal e Aveiro. A oferta é baseada em produtos de alta qualidade em todos os tipos de combustíveis: combustíveis simples como Invigorate e Premium com tecnologia ACTIVE. Os programas de fidelização – BP premierplus e Poupa Mais – estão em crescimento e os seus cartões estão presentes em mais de 70% dos agregados familiares portugueses e com uma taxa activa superior a 75%.

A oferta no sector Conveniência está a ser transformada através da implementação de um novo conceito de loja: Pingo Doce & Go – em parceria com o Pingo Doce. Já existem 13 lojas a operar na área da grande Lisboa, com ofertas ao mesmo preço que nas lojas de mercearia parceiras. Estão ainda a trabalhar no desenvolvimento de novas ofertas e promoções “food to go” disponíveis em todas as outras lojas da BP (franchisadas). Este é um conceito totalmente novo baseado em trazer para as lojas BP uma oferta personalizada de mercearia. Este conceito é baseado em novas ofertas de produtos frescos e prontos a levar.

As lojas têm alimentos congelados, lacticínios e até mesmo take-away, aos mesmos preços que no supermercado. Para além disso, em 2018, a EDP e a BP inauguram o primeiro de 30 postos rápidos de carregamento que vão instalar pelo país, ligados à rede MOBI.E, e que vão ter em conta a dispersão geográfica da rede pública de carregamento, assim como as necessidades de carregamento dos utilizadores de veículos eléctricos pelas várias regiões do país. A BP quer ser agente das mudanças necessárias para tornar mais sustentável o planeta. Pelo que procura ser cada vez mais eco eficiente, reduzindo e gerindo o impacto ambiental das suas operações.

O ambiente e a gestão dos recursos naturais são hoje factores de crescimento. Quem, de forma inovadora, produzir de um modo mais limpo vencerá nesta economia verde. «Temos de dar uma resposta à altura das nossas responsabilidades perante um dos maiores problemas da actualidade: as alterações climáticas. Reconhecemos a urgência do tema e queremos ser parte da solução através da aposta numa maior eficiência energética e numa maior produção a partir de fontes renováveis, do nosso know-how, da excelência operacional, do backup de segurança (onde somos considerados um exemplo), das novas tecnologias que permitem operações mais sustentáveis e menos onerosas. Consumindo melhor e produzindo de modo mais limpo, só traz vantagens: combate as alterações climáticas; reduz a dependência energética do exterior, gera novas oportunidades de negócio e estimula a inovação tecnológica e a investigação avançada», explica fonte oficial da BP Portugal. Por ter consciência das exigências de mais energia, e cada vez mais limpa, a BP está a trabalhar para continuar a ser um aliado dos seus consumidores, com a criação de produtos com consumos mais eficientes com vista à redução de emissões de carbono. Há uma mudança de paradigma e o mix energético está em alteração e é preciso ir definindo novas metas.

Na BP estão a lidar da melhor forma com a maior demanda de energia por parte das populações, ao mesmo tempo que se implementam políticas de low carbon, porque se querem energias cada vez mais limpas. Os avanços que se têm verificado na tecnologia e, consequentemente, na eficiência não só dos veículos no geral, mas também dos processos industriais, deve ser uma das vias para a descarbonização, mas não só.

ACONTECER

A BP está a fazer acontecer, levando a energia mais longe, oferecendo aos consumidores e entidades públicas as soluções energéticas que amanhã serão uma das respostas a estes desafios. A BP quer zero emissões nas suas operações até 2030, por isso tem vindo a melhorar a eficiência das operações existentes e a desenhar novos projectos para emitir menos gases de efeito estufa. A empresa estabeleceu ainda uma meta sustentável de redução de emissões de 3,5 milhões de toneladas até 2025. Quer, à medida que o negócio cresça, garantir que o mesmo não acontece com a pegada de carbono. A BP investe ainda na formação das gerações futuras, para que os comportamentos mudem e possam ir ao encontro das soluções inovadoras que preconizam.

A transição para uma economia de baixo carbono é um dos grandes desafios do nosso tempo. O mix de energia está a mudar e, à medida que a tecnologia avança, as preferências dos consumidores mudam e as medidas políticas têm de evoluir também. Ainda que se note uma preocupação por parte das entidades governamentais, é necessária maior estabilidade para que os projectos possam ser devidamente consolidados. Quanto mais os governos puderem fazer para criar estruturas de preços claras e estáveis, com orçamentos que não promovam discriminações positivas na energia, não penalizem o sector, com objectivos estratégicos e regras iguais para todos, maiores serão os incentivos para a inovação e menores serão opções de carbono. «Nenhuma empresa ou sector sozinho pode oferecer um futuro de baixo carbono.

Todos, de consumidores a corporações passando por governos, precisam de assumir a sua quota de responsabilidade. Se se responder colectivamente, até mesmo um desafio tão complexo quanto a mudança climática pode ser alcançada», explica fonte oficial da BP Portugal.

SOLUÇÕES

A BP está empenhada em acompanhar as metas do advance low carbon transition tornando-se num player líder das soluções de mobilidade do futuro, garantindo produtos e serviços que atendam às necessidades em mudança dos consumidores. É preciso não esquecer o comportamento dos utilizadores, no âmbito da educação para uma mobilidade diferente que optimize todas as novas infra-estruturas para a mobilidade. Com mais de 90 anos em Portugal, a BP tem vindo a inovar e a assegurar a sua contribuição para a mobilidade sustentável, através da comercialização de combustíveis de alta qualidade, com formulações específicas e diferenciadas, e na aposta na mobilidade eléctrica com a instalação de postos de carregamento no país. Reforçando a sua política de sustentabilidade, a BP aposta no futuro da mobilidade e na entrega de energia cada vez mais limpa, acompanhando sempre as novas exigências dos seus clientes.

A BP tem vindo a explorar soluções cada vez mais diferenciadas e tem apostado em investimentos estratégicos como, por exemplo, a aposta na maior produtora de energia eólica dos EUA; a concretização de projectos de biocombustíveis no Brasil e de Biojet na Escandinávia; a celebração de um acordo para a compra da maior empresa de carregamento de veículos eléctricos do Reino Unido; o investimento na Store- Dot, uma empresa de tecnologia que desenvolve baterias de carregamento ultrarrápido; a parceria estratégica com a NIO Capital, fabricante de veículos eléctricos a bateria na China; a participação numa empresa americana que desenvolve soluções inovadoras de carregamento rápido; e na dotação da rede de retalho com equipamentos para carregamento de veículos eléctricos e autónomos.

A BP está a par das importantes tendências emergentes e à medida que o mundo da mobilidade evolui, uma parte fundamental do papel da BP será ajudar as pessoas a adaptarem-se à nova tecnologia. Para além disso, a BP Portugal é um dos parceiros fundadores do Center for Responsible Business & Leadership, uma iniciativa da Católica-Lisbon para ajudar as empresas a serem mais sustentáveis. O objectivo deste centro é preparar as empresas portuguesas e seus líderes para os desafios que se avizinham em termos de Sustentabilidade e Liderança Responsável. «Acreditamos que as empresas bem- -sucedidas no futuro serão as que forem percebidas por todos como tendo a coragem de ser genuínas e socialmente responsáveis», conclui fonte oficial da BP Portugal.

Ler Mais

Comentários
Loading...