Porsche: Condução sustentável

EXECUTIVE DIGEST CONTENTS

O futuro da Porsche continuará a ser composto da forma que se vê no presente, articulando-se ente as diversas formas de propulsão, sempre tendo o prazer de condução e a eficiência como principais pilares.

A sustentabilidade e a eficiência energética fazem parte da história da Porsche, ainda antes da sua fundação como marca de automóveis desportivos. Em 1900, o fundador da Porsche, Ferdinand Porsche, desenvolveu o Lohner-Porsche, um veículo eléctrico com dois motores eléctricos divididos pelos cubos das rodas dianteiras.

No mesmo ano, Ferdinand Porsche desenhou o primeiro automóvel híbrido, o Semper Vivus. Contudo, o considerável aumento de peso provocado por todo o sistema eléctrico fez com que a Porsche tivesse de abandonar a ideia durante algum tempo. Em 2010, voltando a ser pioneira no campo da sustentabilidade, apresentou o Cayenne S Hybrid, o primeiro automóvel do segmento de luxo a utilizar um conjunto propulsor híbrido. Desde 2014, a Porsche reduziu as emissões de CO2 por veículo em mais de 75%, o que foi ainda acompanhado por uma redução no consumo de energia em cerca de 31%. A eficiência energética pode ter diversas formas e, por isso, a Porsche apresenta uma gama completa, composta por modelos desportivos eléctricos, híbridos plug-in, mas também modelos de combustão tremendamente eficientes. O Taycan é neste momento o primeiro veículo totalmente eléctrico.

Está a ser um enorme sucesso com mais de 200 pedidos em carteira em Portugal e com quase dois anos de produção asseguradas na nova fábrica de Estugarda. No final deste ano a Porsche conta apresentar uma variante do Taycan que será também um sucesso. O futuro da Porsche continuará a ser composto da forma que se vê no presente, articulando-se entre diversas formas de propulsão, sempre tendo o prazer de condução e a eficiência como principais pilares.

E-PERFORMANCE

A Porsche apresenta uma alargada gama de modelos híbridos plug-in, que se divide entre o Panamera, Panamera Sport Turismo, Cayenne e Cayenne Coupé. Tanto as gamas Cayenne como Panamera apresentam as versões Turbo S E- -Hybrid como o expoente máximo do conceito E-Performance, que alia uma elevada eficiência a uma extraordinária performance. Em qualquer dos casos, falamos de 680 cv de potência máxima combinada. Em relação ao futuro em termos de mobilidade eléctrica, a Porsche continuará a sua aposta em automóveis desportivos eléctricos. Terá várias derivações de carroçaria para o Taycan, assim como veremos a próxima geração do SUV compacto, Macan, tornar- -se totalmente eléctrica. De de que forma é que estes modelos são fundamentais para a mobilidade do futuro e respondem aos desafios que se colocam hoje nas grandes cidades? Com as normas de circulação dentro das grandes cidades a serem cada vez mais rígidas em relação às emissões de CO2, será essencial procurar sempre obter a maior eficiência possível com as menores emissões poluentes possíveis. Nesse capítulo, os híbridos plug-in da Porsche sentem-se em casa, pois são capazes de alcançar valores de autonomia eléctrica que permitem circular em meio urbano com emissões zero. FÁBRICAS A fábrica onde o Porsche Taycan é produzido, em Zuffenhausen, é neutra em CO2.

Utiliza electricidade a partir de fontes renováveis e biogás para gerar calor e os novos edifícios de produção estão desenhados para serem extremamente eficientes em termos energéticos. A eficiência energética alarga-se também aos veículos de logística movidos a electricidade, à utilização do calor desperdiçado na fábrica de pintura, à florestação de algumas áreas do telhado e à contínua aproximação a outras potenciais formas de poupança de recursos. Em Leipzig onde se produz o Cayenne, Macan e Panamera está presente em toda a fábrica a preocupação pelo meio ambiente desde a forma como reciclam materiais, utilizam a energia solar, ou até como fazem competições entre colaboradores para conseguir reduzir a pegada ecológica.

Neste momento, os principais desafios no que respeita à expansão da mobilidade eléctrica em Portugal estão relacionados com toda a infra-estrutura de carregamento, que não está tão desenvolvida como gostariam. Por esse motivo, além dos supercarregadores Porsche que vão instalar em todos os concessionários, têm também o programa Porsche Destination Charging (destination-charging. pt), que permite aos clientes de veículos híbridos e eléctricos carregarem os seus automóveis de forma totalmente gratuita em hotéis e restaurantes, por exemplo. O programa tem sido um sucesso, estando já presente em diversos distritos portugueses, de norte a sul do país.

A Porsche acredita que o futuro continuará a ser feito de uma mescla entre diversos tipos de propulsão, sempre com o foco no carácter desportivo e eficiência. Nesse sentido, apesar de ainda existir um longo caminho a percorrer, os portugueses estão já muito sensibilizados para o tema da eficiência energética. No caso dos clientes, isso é demonstrado pelas vendas, com o Taycan a ser um estrondoso sucesso e com os híbridos plug-in a representarem a maior fatia de vendas das respectivas gamas.

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...