O triunfo no Brasil

Estávamos em 2008, enquanto uma das maiores crises editoriais tomava conta do País e o poder de compra se revelava profundamente afectado pela conjuntura. O mercado livreiro registava violentas quebras de vendas e a produção era em grande escala de um número reduzido de produtos. As editoras e distribuidoras começavam a sentir problemas estruturais que não conseguiam esconder, com stocks excedentes, devoluções e fundos de catálogo acumulados em grande volume.

O primeiro passo no sentido da democratização e revolução do universo editorial português era agora dado pelo Grupo Editorial Chiado, pela mão do CEO, Gonçalo Martins, com a publicação da sua primeira obra, através de uma solução de publicação digna e profissional para cada livro. O modelo editorial da empresa, traçado inicialmente, ainda se mantém após dez anos de existência: o acesso à publicação e aceitar, livre de preconceitos, obras de todos os géneros literários por parte de autores que ainda não vingaram no panorama literário, sendo esta diversificação de oferta uma peça fundamental neste novo paradigma. Só em 2017, o grupo publicou mais de 700 títulos em Portugal, 500 títulos no Brasil e cerca de 300 títulos em Espanha e na América Latina e 100 títulos entre as suas chancelas para as línguas francesa, italiana e inglesa. Ao todo, foram mais de 1600 novos títulos, em mais de vinte países.

Com base nesta missão, o grupo é, maioritariamente, especializado na publicação de autores portugueses e brasileiros contemporâneos tendo já provas dadas no ramo editorial ao demonstrar um sólido e rápido crescimento do sector não só em Portugal como também no Brasil.

Com perto de 50% de representatividade no seu catálogo, o Brasil foi o palco escolhido para instalar aquele que seria o primeiro escritório além-fronteiras. Só no último ano foram publicados cerca de 500 novos títulos no mercado brasileiro com uma tendência de crescimento muito grande. «Fomos muito bem recebidos. Mas esta boa receptividade por parte do Brasil não é algo que não estivéssemos à espera, uma vez que a cultura é encarada de uma forma diferente, com uma abertura de espírito muito grande. Ela é mais viva, mais colorida e essencial ao dia-a-dia. Vemos isso através da multiplicidade de livrarias que se espalham pelas ruas. O que vem, de certa maneira provar, que apesar dos já conhecidos e históricos problemas estruturais no campo da educação, as pessoas gostam efectivamente de ler, de procurar e descobrir novos autores todos os dias», revela-nos Gonçalo Martins, acrescentando que neste momento o Brasil é o segundo território do Grupo Editorial Chiado em termos de publicações e vendas.

Corria o ano de 2014 quando São Paulo foi a cidade escolhida para instalar o escritório, situado em pleno Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, que produz os cerca de 500 títulos editados anualmente em território brasileiro.

Inicialmente, a equipa recrutada era constituída apenas por três colaboradoras que tiveram cerca de dois meses de formação em Portugal e permanente contacto com o grupo de trabalho lisboeta. Actualmente, com nove pessoas distribuídas pelos diversos departamentos numa operação autónoma, a equipa encontra-se a trabalhar exclusivamente na edição dos livros brasileiros. O segredo de sucesso? Uma equipa dinâmica, multidisciplinar e verdadeiramente apaixonada pelo que faz. O CEO do grupo é claro: «Gostamos de trabalhar com pessoas que são apaixonadas pelo que fazem e só me resta congratular esta equipa pelo excelente e incansável trabalho que tem desenvolvido ao longo dos últimos quatro anos».

Já a impressão das obras fica a cargo da Chiado Print, uma subsidiária criada no Brasil devido ao forte crescimento no continente sul-americano. É desta unidade gráfica que, todos os dias, saem os milhares de livros que têm como destino todo o território brasileiro. Já em Portugal, a Chiado Print é, actualmente, considerado o maior complexo gráfico e logístico de impressão digital de livros no país, responsável pela produção de todos os catálogos nacionais e europeus do Grupo Editorial Chiado.

À semelhança do trabalho que o grupo tem vindo a efectuar com o lançamento anual da antologia de poesia contemporânea “Entre o Sono e o Sonho” que reúne textos de consagrados poetas contemporâneos mas também de novos talentos que vêem assim publicados os seus primeiros textos numa obra, o Grupo Editorial Chiado, através da chancela Chiado Books Brasil, replicou o modelo GESTÃO O TRIUNFO NO BRASIL no Brasil. Sendo também responsável pela organização da maior antologia de poesia brasileira contemporânea do século XXI que conta já com três edições. A obra, dividida em três tomos, traduz- -se na verdadeira representatividade do trabalho de mais de 1000 poetas brasileiros contemporâneos.

Foi no passado dia 6 de Outubro que o conhecido Teatro Gazeta, em São Paulo, foi palco do lançamento do III Volume da Antologia de Poesia Brasileira Contemporânea “Além da Terra Além do Céu”, um evento que reuniu mais de 1200 poemas de autores brasileiros, seleccionados pelo antólogo Gonçalo Martins. De sala cheia, a apresentação contou com um momento de declamação por parte de actores portugueses e brasileiros, seguido de uma atribuição de certificados de participação na colectânea.

Para Gonçalo Martins este evento é, na verdade, um marco para a poesia brasileira contemporânea. «Correu muito bem, tivemos a presença de centenas de autores muito diversos, tivemos muito talento num mesmo teatro. Alguns autores já são publicados há dezenas de anos, e outros viram aqui a oportunidade de terem, finalmente, o seu trabalho publicado pela primeira vez. Agradeço a todos os autores que se juntaram a nós neste evento tão especial, num dia que ficará certamente marcado na memória de todos os presentes.»

De entre as posteriores apresentações públicas da obra, destacam-se a Bienal do Livro no Rio de Janeiro e a Feira do Livro de Lisboa, sendo que a sua aquisição poderá ser feita nas várias unidades da Livraria Cultura de todo o território brasileiro. E é, precisamente, em todas as Livrarias Cultura que poderá ser, igualmente, encontrada a estante oficial do Grupo Editorial Chiado. Depois de ter instalado estantes Chiado personalizadas nas conhecidas Livrarias Cultura de São Paulo e Rio de Janeiro, o grupo anuncia a instalação de mais estantes Chiado, desta vez nas Livrarias Cultura de Porto Alegre, Salvador e Brasília, levando assim o destaque aos seus livros e autores ainda mais perto dos leitores.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Matrics quer revolucionar mercado do gaming em Portugal
Automonitor
Alpine A110S é uma versão ainda mais exclusiva