Euro sobe e atinge 1,0828 dólares

O euro subiu hoje face ao dólar, depois de ter perdido na sessão anterior, e atingiu 1,0828 dólares, no mesmo dia em que a Reserva Federal (Fed) norte-americana garantiu estar também atenta ao mercado de trabalho.

Pelas 18:11 (hora de Lisboa), o euro seguia a 1,0828 dólares, quando na terça-feira, pela mesma hora, negociava a 1,0810 dólares.

O euro também cresceu relativamente ao iene, mas recuou face à libra.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou a taxa de câmbio do euro em 1,0825 dólares.

O presidente da Fed, Jerome Powell, defendeu hoje, na Câmara dos Representantes, que este banco central está atento ao mercado de trabalho e não apenas à evolução da inflação.

“Não somos apenas um banco central que tem como meta a inflação”, defendeu Powell, que falava na comissão de Serviços Financeiros da Câmara dos Representantes, acrescentando que a Fed está igualmente atenta ao mercado de trabalho dos EUA.

A inflação atingiu um máximo de quatro décadas em meados de 2022. Em resposta, a Fed aumentou a taxa de referência, por 11 vezes, entre 2022 e 2023.

No que diz respeito ao mercado de trabalho, de abril a junho, os empregadores norte-americanos criaram, em média, 177.000 empregos por mês, o ritmo de contratação trimestral mais baixo desde janeiro de 2021.

Divisas…………….hoje………….terça-feira

Euro/dólar…………1,0828………………1,0810

Euro/libra…………0,84299…………… 0,84564

Euro/iene………….175,06…………….. 174,39

Dólar/iene…………161,69…………….. 161,32

Ler Mais