Parceiro para a transformação

Um verdadeiro enabler por excelência na Transformação Digital das empresas. Os milhões de clientes, a experiência, o know- -how e níveis de exigência no desenho dos processos e na gestão das operações fazem com que a NOS tenha abordagens sólidas e realistas ao processo de transformação. Em entrevista, João Ricardo Moreira, administrador da NOS Comunicações, explica o posicionamento nesta matéria.

A Transformação Digital é uma oportunidade estratégica de crescimento para a NOS?

A transformação digital é um desafio que atravessa a economia, com todos os sectores e empresas a sentirem as ameaças e as oportunidades associadas. Momentos de disrupção tecnológica e de negócio constituem o enquadramento certo para que sejamos chamados a contribuir activamente com a nossa experiência, o nosso know-how e os nossos níveis de exigência: a nossa experiência, porquanto somos uma empresa com milhões de clientes que enfrenta os mesmos tipos de desafios, os de lidar com clientes com grandes expectativas, de inovar nas propostas de valor e de aumentar a eficiência; o nosso know-how que resulta do escrutínio constante de tecnologias e players e que nos dá uma visão clara sobre a evolução das tecnologias de informação, de modo a fazerem avançar os negócios; os nossos níveis de exigência, no desenho dos processos e na gestão das operações, que nos fazem ter abordagens sólidas e realistas ao processo de transformação.

E qual o papel de um player no sector das Comunicações e Entretenimento nesta mudança de paradigma transformacional?

Na verdade, não somos só um operador de comunicações, somos também um operador de comunicações. No mercado empresarial, a NOS opera e desenvolve serviços de gestão de infraestruturas, das redes de comunicações à cloud. Cada vez mais, com os mundos das comunicações e dos sistemas de informação a convergir, é natural a NOS assumir um papel de contribuidor activo para o processo da transformação digital. É o que se espera de um player em Portugal com o peso e o elevado nível de compromisso com o desenvolvimento da economia nacional.

Como está a NOS a trabalhar esta oportunidade junto das empresas e Administração Pública?

A NOS mantém uma interacção muito próxima dos maiores grupos económicos e da Administração Pública, partilhando a sua visão sobre a evolução dos negócios, apresentado desafios e propondo soluções.

Quando somos chamados a implementar essas mesmas soluções, para lá do enfoque na excelência na gestão do projecto, temos a preocupação de ver o todo do processo de transformação, muitas vezes desafiando o ritmo e o âmbito desses mesmos projectos.

Quais as soluções e ferramentas no portefólio da NOS para ajudar a preparar as empresas nacionais para a transformação digital?

Mais do que as peças tecnológicas em si, o que acrescenta valor são os processos de curadoria, de agregação e de combinação dessas mesmas peças.

As soluções de comunicações, das mais tradicionais às mais inovadoras, soluções de cloud, mais privada ou mais pública, soluções de segurança e os serviços geridos constituem a base do portefólio da NOS.

Soluções mais avançadas como as que permitem o desenvolvimento do IoT (Internet-of-Things) fazem também parte do leque de ferramentas que são trazidas para as discussões com as empresas. Mas reforço que o valor que a NOS aporta vai muito para lá das ferramentas em si, somos na maioria das vezes o consultor/parceiro das empresas no seu processo de transformação.

Em que áreas está a NOS mais envolvida? Que exemplos concretos pode indicar?

Está envolvida em centenas de projectos que contribuem directamente para a transformação digital. São projectos que visam actualizar as infraestruturas de IT e de comunicações, algumas vezes trazendo ganhos disruptivos às operações e às organizações. São também projectos que visam acrescentar inovação à forma como se interage com os clientes finais, como se gere informação ou segurança.

São de realçar alguns projectos de smart cities onde se integram sensores em equipamentos e gerem operações a partir da integração da informação gerada, em centros de comando e controlo que permitem uma visão unificada da vida de uma cidade.

Estamos também a desenvolver, em conjunto com um centro hospitalar e uma startup portuguesa, um projecto que visa melhorar os resultados da reabilitação, complementando consultas com um acompanhamento remoto de utentes.

Destaco ainda, o nosso Portal de Informação Turística em que, juntamente com o Turismo de Portugal, temos vindo a publicamente partilhar estatísticas sobre o turismo no país, a partir dos dados agregados e anonimizados que são gerados pela nossa rede móvel. Muitas empresas e entidades têm vindo a usar esta informação como forma de gerar novas oportunidades e de repensar as suas abordagens ao mercado, tentando tirar partido do importante afluxo de estrangeiros.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Matrics quer revolucionar mercado do gaming em Portugal
Automonitor
Alpine A110S é uma versão ainda mais exclusiva