pub

Ecossistema de Inovação

Com mais de 12 mil colaboradores, de 40 nacionalidades e presente em 16 países, a edp possui uma forte tradição de aposta na inovação. Um pilar estratégico impulsionado pela edp inovação, com ganhos reais. Ora veja

A EDP é, historicamente, uma empresa de gestão de activos, responsável por um serviço público. «Isto significa que, de base, a nossa cultura é de segurança e minimização de riscos técnicos e operacionais. Mas outros elementos começaram a surgir na última década e são hoje parte integrante do ADN da empresa: a sustentabilidade, bem visível na aposta pioneira feita em energias renováveis, e a inovação, onde a EDP tem liderado, num sector que está em transformação», sublinha fonte oficial da EDPO curso da inovação do Grupo EDP pulsa a um ritmo acelerado, assumindo-se como um dos pilares estratégicos da empresa.

Uma área que adopta cinco prioridades na orientação da actividade: Soluções dirigidas ao Cliente, Redes Inteligentes, Energia Renovável, Armazenamento de Energia (conhecido no sector como Storage) e Flexibilidade e Análise de Dados (conhecido como Data Leap). Os últimos 10 a 15 anos têm sido marcantes para a transformação do Grupo EDP, considera fonte oficial da energética portuguesa. «A extremamente bem-sucedida aposta nas energias renováveis mostrou o poder da inovação e da antecipação, na exploração de segmentos de negócio emergentes. Foi esta a grande motivação para a criação da EDP Inovação em 2007. Com o objectivo de estimular um processo de inovação aberta e, ao mesmo tempo, de disseminar uma cultura de inovação na empresa. Julgo ser também importante referir que nos últimos três a quatro anos a EDP deu um salto tremendo com o crescimento qualitativo e quantitativo dos instrumentos de apoio a startups e empreendedores.

O número de projectos, investimentos e startups apoiadas disparou, a EDP tornou-se global nesta actividade e envolveu um número muito significativo de colaboradores. Tudo junto, permitiu posicionar a empresa na linha da frente da inovação e do apoio ao empreendedorismo em paísescomo Portugal, Espanha, Brasil, EUA e até Israel», explica-nos a mesma fonte.

A equipa da EDP Inovação inclui 36 pessoas, de áreas tão diversificadas como profissionais de investimento em capital de risco, especialistas em startup engagement e pessoas com um forte background tecnológico e de negócio. Está também a ser criada uma equipa dedicada à transformação dos processos de trabalho, para aproveitar sinergias e oportunidades de trabalho conjunto em várias geografias. Ainda que, actualmente, cerca de 1000 pessoas da empresa estão directa ou indirectamente envolvidas neste processo, de várias áreas da organização, funções e até geografias.

A EDP Inovação acredita estar a contribuir de uma forma muito diversificada para o grupo. Por um lado, há uma enorme aquisição de conhecimento, a partir das iniciativas promovidas, que tornam a equipa mais conhecedora de tecnologia inovadora, novos conceitos de negócio e novas soluções. Por outro, investimentos e projectos feitos em conjunto com as unidades de negócio e áreas corporativas posicionam a EDP na liderança de áreas tecnológicas emergentes que são decisivas para o futuro da empresa.

São exemplos disso, o projecto WindFloat, ou investimentos como o feito na Feedzai. É hoje assim com um conjunto de actividades em cibersegurança, blockchain, mobilidade ou armazenamento eléctrico. E serão também no curto prazo novas ondas tecnológicas em que a EDP já está a trabalhar, como a Computação Quântica. Depois, a actividade da EDP contribui para a criação de um vasto ecossistema de empresas parceiras, startups tecnológicas, pequenos prestadores de serviços,universidades, que colaboram em projectos de inovação.

Por fim, a EDP Inovação é um importante elo entre diversas empresas do sector e todo este ecossistema, através de programas que reúnem outras utilities semelhantes à EDP, como é o caso do Programa Free Electrons ou do I2US.

A promoção de uma cultura empreendedora e da capacidade de inovar das empresas, funcionam, neste contexto, como catalisadores de competitividade, prosperidade económica e não menos importante envolvimento interno. Por isso, a abordagem da EDP Inovação, desde que foi criada, tem sido de preparar e incluir os colaboradores nesta constante revolução do sector, através dos benefícios da tecnologia e da inovação.

«Por ter sido pioneira nesta área, a EDP e os seus colaboradores lidam com este tema há mais de uma década, o que permite que o ecossistema de inovação seja natural junto de colaboradores, stakeholders e clientes», confirma a fonte oficial da EDP.

DESAFIOS

A chegada do novo ano fez com que o Grupo EDP aproveitasse para fazer mudanças na oferta que tem, quer para startups, quer nas soluções contínuas que procura para clientes. Conforme confirma a fonte oficial: haverá, de facto, novidades ao longo de 2019. No que diz respeito aos desafios, que o novo ano acarreta, «a descarbonização vai continuar no sector energético.

Hoje, para além da aposta na produção de energia renovável, a electrificação dos transportes é simultaneamente um desafio e uma oportunidade. Ao mesmo tempo, a descentralização dos recursos energéticos, com a micro-geração, as baterias, entre outros, é uma tendência que contribui para reforçar a posição central que o cliente já tem no sector. Por último, a digitalização é hoje uma realidade que todos temos de abraçar, quer na forma como as infra-estruturas são geridas, quer com os processos internos.

No centro destes vectores está o cliente e as novas e melhores maneiras de o servir», na opinião da mesma fonte oficial. Toda a estratégia de inovação já descrita tem como principal preocupação a resposta a desafios do futuro e a procura de novas oportunidades de negócio. A capacidade inovadora da EDP tem sido reconhecida e premiada internacionalmente. Em 2017, o Re:Dy, que ajuda os clientes a fazerem um consumo mais eficiente de energia e que foi desenvolvido pela EDP Inovação, foi considerado o produto do ano pela Euroelectric.

Nos últimos três anos, a EDP esteve sempre no top 25 dos Corporate Startup Supporters da União Europeia e, no ano passado, a EDP Brasil foi distinguida como a empresa mais inovadora daquele país. E, por último, a distinção mais recente: a EDP Renováveis foi reconhecida mais uma vez como uma das melhores empresas para trabalhar, também pela inovação que promove junto dos seus colaboradores.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...