A realidade e sua percepção!

Por Ricardo Florêncio

Uma das grandes dificuldades com que nos defrontamos no mundo de hoje é com a procura da verdade

A realidade e a percepção da realidade fundem-se com alguma naturalidade. A velocidade com que a informação escoa e o modo como é apresentada leva-nos a tirar ilações e opiniões no mínimo precipitadas e muitas vezes erradas. E não são apenas as “fake news”. Essas, porventura, são as mais fáceis de desmontar. As “outras” podem ser muito mais complicadas. O modo como as notícias e informações nos são apresentadas, os títulos, o teor, o tom, a ênfase que se coloca em certas palavras, frases, as meias notícias são muitas vezes erradamente descodificadas e, assim, temos apenas partes da realidade, bocados da verdade. Às vezes esta é uma situação estudada e provocada, outras apenas se deve ao rodopio de informação, à velocidade com que circula em que todos passam a ser detentores de uma verdade, influenciadores de uma realidade, muitas vezes com base apenas em percepções. A ânsia de ser os primeiros a dar a notícia leva a que, muitas vezes, esta seja dada com erros, incorrecta, enviesada, infundamentada ou mesmo rebuscada, com base em opiniões, que de inocente nada têm.

É um trabalho moroso conseguir tentar chegar ao fundo dos factos e dos acontecimentos, ao fundo da verdade, da realidade e muitas vezes não temos tempo para tal. E, por isso, ficamos pela ramagem, pela espuma das notícias e pelas realidades que nos foram sendo incutidas. Quantos exemplos temos destas situações?

Compete a cada um de nós decidir se queremos saber qual é efectivamente a realidade ou se ficamos pela percepção.

Editorial publicado na revista Executive Digest nº 151 de Outubro de 2018

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...