pub

A pensar no futuro

A mobilidade urbana está a transformar-se e a carris assume-se como um agente atento e activo nessa mudança. Criar uma mobilidade verdadeiramente integrada na cidade e melhorar a qualidade de vida de todos são alguns dos seus propósitos

A Carris faz parte de um ecossistema com diversos agentes de mobilidade focados nas pessoas e nos clientes. Fazer parte da transformação é comunicar com outros operadores de transporte, sejam tradicionais ou flexíveis, articulando-se com todos os outros agentes de mobilidade, para se tornar uma alternativa ao transporte individual.

Uma alternativa rápida, acessível e sustentável. «Quando falamos em agentes de mobilidade, referimo-nos a outros operadores de transporte (metro, barco, comboio, bicicletas partilhadas, carsharing, etc) mas, também, a gestores do espaço público e fiscalizadores do estacionamento na cidade, agentes de segurança, sistemas de comunicação, entre outros, porque todos fazem parte do ecossistema da mobilidade», esclarece fonte oficial da Carris.Outro grande desafio da empresa passa por atender à crescente utilização das tecnologias por parte dos clientes, quer para obter informação, quer para requisitar/utilizar o transporte e, principalmente, por contribuir para melhorar a qualidade de vida de quem mora ou visita Lisboa.

A Carris destaca-se por ser mais flexível que outros modos de transporte (de que é exemplo o ferroviário) e também mais económica, quando se fala em implementar alterações de serviço. Fala-se particularmente dos autocarros que não carecem de infraestrutura complexa e que facilmente se adaptam a novas características do serviço. De realçar que tem diversas tipologias de autocarros, que se adequam a diferentes percursos e zonas da cidade, e o mesmo acontece com os eléctricos, que se dividem em históricos e articulados.

A mobilidade dos clientes é cada vez mais imprevisível o que exige uma crescente flexibilização e adaptabilidade do serviço. A estratégia começa no reforço dos vários níveis de oferta: com a criação de Carreiras de Bairro, em cada freguesia da cidade, a articulação destas carreiras com a restante rede, e o projecto das linhas rápidas para levar os clientes ao centro ou principais eixos da cidade. «Para isso, tivemos, obviamente, que considerar o reforço da frota de autocarros e eléctricos e o reforço dos recursos humanos, com a contratação de novos tripulantes.

A par deste investimento, vem o desenvolvimento tecnológico, a modernização, a acessibilidade, nunca deixando para trás o investimento na sustentabilidade», aponta a mesma fonte.

Estando a renovar, de forma contínua, a frota de autocarros e eléctricos, apostando na diversificação das tipologias de propulsão, em particular no gás natural e na tracção eléctrica. Esta renovação faz parte de um investimento global, de cerca de 150 milhões de euros, que se reflecte em diversas melhorias do serviço prestado. Neste primeiro semestre de 2019 já são notórios os resultados da dinâmica que tem vindo a ser incutida na Carris, registando um crescimento de passageiros até ao final de Maio na ordem dos 7%, por comparação com o período homólogo do ano anterior.

A simplificação tarifária, introduzida com os passes Navegante Municipal e Metropolitano, é uma demonstração clara de que a mobilidade é uma aposta de fundo no desenvolvimento e na sustentabilidade e de que a Carris está a trabalhar intensamente para acompanhar as necessidades e exigências crescentes dos clientes e potenciais clientes. «Dos nossos planos, faz parte: consolidar as melhorias no serviço, facilitar a utilização do transporte público, oferecer mais conforto e segurança, contribuir para uma mobilidade mais sustentável», partilha. Trata-se de estar atento às necessidades dos utilizadores, encontrar a melhor forma de comunicar e aumentar a disponibilidade da informação.

A criação da App Carris foi um importante passo para facilitar a utilização dos transportes, uma aplicação que permite aceder aos horários em tempo real, simular percursos, encontrar carreiras e paragens.

A Carris pretende continuar a apostar no conforto a bordo, tal como foi feito com a instalação do Wi-Fi em toda a frota, ou com a existência de tomadas USB no interior dos novos autocarros. Contribuir para a acessibilidade dos transportes, o que já se revela actualmente com os autocarros equipados com rampas de acesso para clientes com mobilidade reduzida. A empresa tem também um compromisso com a mobilidade sustentável.

Depois da aquisição da nova frota menos poluente, tem também prevista a implementação de um sistema de eco condução, entre outras iniciativas nesta área. Faz também parte dos objectivos da Carris, manter o foco no futuro, quer numa perspectiva de modernização, quer na da educação/sensibilização das gerações do futuro, os potenciais clientes do transporte público.

A modernização do serviço é muito importante, não só para tornar o transporte público mais convidativo, mas para atender às exigências dos clientes e à evolução da sociedade. Por outro lado, tem investido em medidas que incentivem as crianças e jovens a utilizar o transporte público (gratuitidade e tarifas reduzidas) e em campanhas de sensibilização que façam repensar as escolhas de mobilidade.

Mobilidade sustentável, na perspectiva económica, social e ambiental, é o conceito que defende e que tenta levar, por via das diversas medidas e campanhas, ao maior número possível de pessoas. Pensar no futuro é, sem dúvida, pensar numa cidade com uma mobilidade verdadeiramente integrada, que melhora a qualidade de vida de todos.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...