Tiago Guerra, Director-geral Técnico+ “A educação é a chave para transformar uma sociedade”

É hoje frequente a expressão “a pandemia veio acelerar [espaço branco]”, sendo este “espaço em branco” substituído por “a Transformação Digital” ou, “a Industrialização Europeia ou Nacional” ou ainda “Iniciativas para combater os problemas ambientais”, enfim, vários temas que integram a lista de “To Do’s” do ano 2030 das empresas que, inevitavelmente, acabaram por ser acrescentados aos temas prioritários da década de 2020.

Uma das ferramentas mais importantes para que esses objetivos sejam alcançados é a gestão do conhecimento dentro das organizações, em particular através dos seus colaboradores. Contudo, é sabido que apesar de toda a atual inovação tecnológica, os atores do processo de mudança são sempre as pessoas.

Com esta visão em mente, o Instituto Superior Técnico criou, ainda em 2018, o Técnico+ Formação Avançada, escola de formação avançada pós-graduada e profissional, a primeira nas áreas da Tecnologia, Engenharia, Ciências e Arquitetura em Portugal. Através do conhecimento existente no Técnico, nos seus mais de 800 Professores e Investigadores, e de especialistas do mercado e indústria, o Técnico+ cria a ponte entre a academia e as organizações, para que o conhecimento aprendido na academia seja aplicado no dia-a-dia das organizações, a fim de que consigam atingir os objetivos propostos e, concomitantemente ultrapassar os obstáculos. As organizações podem encontrar no Técnico+ a capacidade e o conhecimento necessários para reconverter e/ou requalificar (reskill) o seu conhecimento, ou dos seus colaboradores, nestas diferentes áreas.

Nos seus dois anos de existência, o Técnico+ tem já sido o parceiro de várias organizações na reconversão/qualificação de colaboradores, tanto daqueles com longa experiência na organização como de recém-contratados em áreas com uma procura extremamente elevada (por exemplo, engenharia do software e low-code), ou na requalificação de colaboradores com conhecimentos que já se encontravam desatualizados ou ainda na transmissão de conhecimentos técnicos fundamentais para profissionais “generalistas” (como economia, gestão, direito, etc.) para que possam melhorar o seu desempenho profissional, através do acompanhamento das inovações nas áreas da tecnologia, da engenharia, da ciência e da arquitetura.

Este tipo de formação, já comum em muitos outros países, está apenas agora a dar os primeiros passos em Portugal fora da área da gestão. No entanto, o aumento de volatilidade a que todos nos estamos a habituar, a aceleração da digitalização tanto necessária para manter a competitividade como forçada pelas restrições devido à pandemia e ainda o inevitável aumento da concorrência internacional, estão a obrigar as instituições a acelerar todos os programas de inovação, em particular a utilização das tecnologias.

O Técnico+ sabendo que a educação é a chave para transformar uma sociedade, nomeadamente nas áreas tecnológicas onde existe uma crescente e constante necessidade de atualização e formação em novas metodologias, está vocacionado para dar um forte contributo no sentido de minorar as necessidades sentidas. Mantendo um contato constante com as empresas e alavancando todo o conhecimento acumulado no Instituto Superior Técnico e colaboradores externos, o Técnico+ irá continuar a criar e oferecer a formação avançada que mais se adequa a cada momento.

 

Ler Mais

Artigos relacionados
Comentários
Loading...