5 ameaças ao crescimento e comércio global

A proliferação da guerra comercial está no topo da lista de ameaças à robustez do crescimento e do comércio global este ano. De acordo com o relatório “Economic Outlook” da Crédito y Caución, é este o risco a ter debaixo de olho, especialmente tendo em conta que a trégua temporária entre os Estados Unidos da América e a China terminou inesperadamente e com uma escalada.

Neste sentido, a Crédito y Caución considera que não é improvável a extensão do conflito à União Europeia, apesar da trégua prévia entre o presidente da Comissão Europeia e o presidente dos Estados Unidos da América. “Se isso se concretizar, o crescimento do PIB mundial sofrerá um impacto adicional”, indica a marca de crédito.

A Crédito y Caución alerta ainda para o abrandamento forçado do crescimento chinês como o segundo principal risco global para 2019. O problema reside no facto de este país ter recorrido a estímulos monetários e fiscais para enfrentar a desaceleração: embora tenha ajudado a manter o crescimento do PIB, aumentará os níveis de endividamento, que já são muito elevados, alerta o mesmo relatório. O impacto seria sentido nos mercados de commodities, em que os preços dependem especialmente da procura chinesa e dos países vizinhos.

As ameaças seguintes são uma política errada por parte da Reserva Federal (EUA), o elevado nível de incerteza política (Brexit ou a agenda do governo italiano) e a volatilidade do preço do petróleo.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Domino’s Pizza vai deixar quatro mercados europeus
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã