Merck: criar, melhorar e prolongar a vida

A celebrar 350 anos, a biofarmacêutica Merck tem como missão criar vida, melhorar a qualidade da mesma e prolongá-la. A empresa, que alcançou um volume de negócios de 15,3 mil milhões de euros em 2017, tem vindo a investir em áreas como a fertilidade e a oncologia e aponta a que o cancro seja, no espaço de 20 anos, uma doença crónica.

Texto de Rafael Paiva Reis

Foto de Paulo Alexandrino

Assume-se como a empresa farmacêutica mais antiga do mundo – data de 1668. A Merck, presente em Portugal há mais de oito décadas, tem vindo a alargar as áreas de negócio, mas mantém os três pilares da sua estratégia: criar vida, melhorar a qualidade da mesma e prolonga-la. Pedro Moura, director-geral da Merck Portugal, refere que a empresa é hoje mais que uma farmacêutica – uma biofarmacêutica de ciência e tecnologia, fruto dos investimentos que tem realizado para a diversificação do negócio.

Leia este artigo na íntegra na edição de Setembro de 2018 da Executive Digest.

Comentários
Loading...