Fisco já começou a processar os primeiros reembolsos de IRS

A campanha do IRS entrou na fase de processamento dos reembolsos aos contribuintes, adiantou, esta terça-feira, fonte do Ministério das Finanças, sinalizando o início do pagamento dos primeiros reembolsos 21 dias depois de ter arrancado a entrega das declarações.

Quem já entregou pode verificar no Portal das Finanças, no detalhe sobre a declaração de IRS, em que situação está: se a liquidação se encontra em processamento ou se o reembolso já foi processado.

Segundo noticiou a Executive Digest, a 17 de abril, o fisco ainda não tinha começado a reembolsar os contribuintes abrangidos pelo IRS automático. E, ao contrário dos últimos anos, a Autoridade Tributária (AT) não se comprometia com uma data para o envio dos cheques, embora tenha assegurado que não vai falhar com as devoluções de imposto devidas, confirmou a Executive Digest junto do Ministério das Finanças.

Nos últimos anos, o prazo médio para o reembolso tem vindo a diminuir. Em 2019, por exemplo, foi de 11 dias para IRS automático e 16 dias para os restantes). No ano passado, por exemplo, o Fisco devolveu aos contribuintes mais de três mil milhões de euros em reembolsos de IRS, dos quais 1260 milhões durante o mês de abril.

A mesma fonte do Ministério das Finanças remete para o prazo legal das liquidações, assegurando que a AT vai manter o processamento dos reembolsos até 31 de julho, sendo que a data limite para o pagamento dos reembolsos é dia 31 de agosto.

A declaração anual do IRS relativa aos rendimentos auferidos em 2019 começou a ser entregue em 01 de abril e termina em 30 de junho. Segundo dados da AT, já foram submetidas 2,19 milhões de declarações, mais de um terço do total esperado (5,8 milhões).

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.