Executivos de topo do Facebook demitem-se

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou a saída do director de Produto da empresa, Chris Cox, e do director do WhatsApp, Chris Daniels.

Chris Cox juntou-se em 2005, um ano após a fundação do Facebook, enquanto Chris Daniels assumiu o cargo há apenas um ano. Nenhuma razão foi explicitamente dada para as partidas. Ainda que alguns meios relacionem as mudanças com a nova estratégia de privacidade do Facebook, anunciada recentemente.

Segundo a BBC, Chris Cox era confidente de Zuckerberg, começou como engenheiro de software na empresa e ajudou a criar vários recursos importantes, incluindo o News Feed. Tendo também ocupado vários cargos seniores, liderando equipas e ajudando a lançar ainda a plataforma de negócios do Facebook, a Workplace.

Por seu lado, Chris Daniels ingressou como chefe do Whatsapp, depois de cinco anos na gestão da Internet.org, uma iniciativa para aumentar a conectividade à Internet em todo o Mundo. A sua substituição já foi anunciada, Will Cathcart, actual líder da app do Facebook. Fidji Simo, que geriu a app durante a licença de paternidade de Cathcart, assumirá a sua função anterior. Até ao momento, nenhuma substituição foi anunciada para Chris Cox.

O Facebook perdeu vários executivos de topo nos últimos dois anos, incluindo o conselheiro-geral, o director de segurança e co-fundadores do WhatsApp, Instagram e Oculus, uma empresa de realidade virtual que comprou em 2014.

Apesar dos escândalos associados à falta de privacidade e conteúdos ofensivos, o Facebook garante que os números de utilizadores, em geral, continuam a crescer. Ainda que tenham decaído nos EUA – o seu segundo maior mercado, segundo a empresa de pesquisa de mercado Edison Research.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Ao género o que é do género ou ao género sem generalidades?
Automonitor
Oficial: Novas matrículas chegam daqui a 4 meses