3 coisas que tem de saber sobre Responsabilidade Social

Quando implementada com intenção e pensamento estratégico, a responsabilidade social é uma ferramenta eficaz para as empresas no sentido de potenciar as relações entre os colaboradores, a perceção de brand e, em última análise, a captação de lucros. Se a responsabilidade social é uma área que quer adotar como estratégica na sua empresa, aqui estão três coisas que precisa saber:

 

  • A responsabilidade social pode estar associada ao retorno

De acordo com um estudo da Babson College, uma business school americana, a responsabilidade corporativa aumenta o valor de mercado de uma empresa em 6% num período de 15 anos. Este potencial de crescimento pode ser ainda maior quando são desenvolvidas relações com parceiros, tais como ONG dos âmbitos social e ambiental.

Pode haver situações em que as empresas sacrificam alguns lucros a curto prazo para manter os seus valores corporativos. No entanto, estas decisões compensam ao nível do reconhecimento da marca, do orgulho dos colaboradores e da fidelidade dos clientes. E tudo isto conduz a um retorno mais elevado a longo prazo.

 

  • Os empregadores querem colaboradores responsáveis

Um artigo da Forbes refere um estudo em que 53% dos trabalhadores referem querer um trabalho onde possam ter algum impacto. Mais interessante ainda, este estudo indica que uma percentagem de jovens a entrar no mercado de trabalho admite um corte salarial para poder atingir esse impacto.

Os colaboradores querem ver as suas empresas envolvidas em atividades de responsabilidade social honestas e com impacto. Caso não considerem estas atividades genuínas, perdem o respeito pela missão da empresa e envolvimento nas suas atividades profissionais. 

 

  • O mundo precisa de uma mudança com impacto

O crescimento do envolvimento em iniciativas sociais é importante para contribuir para os grandes desafios, como a igualdade de oportunidades os a redução da pegada de carbono. O mundo precisa de um envolvimento ativo das empresas para dar um “empurrão” a esta mudança. Durante a pandemia de Covid-19 foram e continuam a ser necessários os esforços quantitativos de responsabilidade corporativa para manter os empregos, ajudar nos avanços da investigação científica e dar suporte à educação à distância, por exemplo. Em suma, os grandes problemas do mundo precisam de esforços intencionais e impactantes de empresas de todas as dimensões, e não apenas dos gigantes corporativos.

Ler Mais

Comentários
Loading...