XXV Barómetro Executive Digest: José Miguel Leonardo, Randstad Portugal

A análise de José Miguel Leonardo, CEO da Randstad Portugal

O 25.º Barómetro da Executive Digest reflecte bem o estado da nação e o relativo optimismo vivido no primeiro semestre de 2022, no que respeita à recuperação económica e ao regresso a uma certa normalidade. Vimos o volume de negócios a tender novamente para o crescimento, com mais de 32% dos gestores a confirmar o aumento da facturação face ao período homólogo. Números que nos deixam orgulhosos e optimistas, onde o crescimento é notório e para o qual a retoma do sector do turismo contribui de forma muito positiva. Mas ainda assim, e apesar de todos estes bons sinais, não podemos ignorar que o segundo semestre nos trará desafios e alguns deles não são novos! Veja-se, 64% dos líderes identificam que o principal desafio para este ano vai continuar a ser a atracção e a retenção de pessoas. É verdade que há que encarar o futuro com confiança mas, ao mesmo tempo, é preciso tornar o nosso país mais competitivo, reforçar a nossa atractividade para garantir maior e melhor investimento. E isso só se consegue verdadeiramente se nós, enquanto organizações, tivermos as pessoas certas. Porque nunca nos esqueçamos que não existem empresas sem pessoas! E sim, num país cheio de talento é preciso apostar no seu desenvolvimento e na melhoria das suas remunerações para sermos de facto suficientemente competitivos enquanto país!

Testemunho publicado na edição de Agosto (nº. 197) da Executive Digest, no âmbito da XXV edição do seu Barómetro.




loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.