XXIV Barómetro Executive Digest: Pedro Afonso, Vinci Energies Portugal

A análise de Pedro Afonso, CEO da Vinci Energies Portugal

O nosso mundo vive numa permanente ressaca de revolução digital ainda em aceleração – a fazer a simbiose com todas as nossas dimensões cognitivas –, simultânea com a urgência da transição energética, no recobro de uma crise sanitária global ainda a mostrar consequências e a braços com um conflito que ameaça alterar um paradigma socioeconómico global adquirido. É natural que algumas empresas – um pouco por todos os sectores – retraiam os investimentos ou recalculem as rotas de desenvolvimento. Natural também é que a realidade traga novas oportunidades em sectores críticos para a grande transformação em curso. Inevitável será que, no longo prazo, este momento na história atire alguns negócios ao tapete, mas faça surgir outros. Tratando-se de pessoas, é agora mais importante que se possa dar a essas pessoas os mecanismos e ferramentas para que consigam – nos sectores público, privado e social – dobrar este cabo de tormentas em busca de novas esperanças. Algumas portas podem fechar-se para algumas áreas, mas outras tantas poderão abrir-se, e é na procura dessas novas portas que cada um pode fazer a diferença, procurando o caminho da sustentabilidade.

Testemunho publicado na edição de Junho (nº. 195) da Executive Digest, no âmbito da XXIV edição do seu Barómetro.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.