XX Barómetro Executive Digest: José Pedro Dias Pinheiro, GroupM Portugal

A análise de José Pedro Dias Pinheiro, CEO do GroupM Portugal

Os resultados deste barómetro revelam alguma prudência no olhar dos empresários e gestores relativamente ao crescimento dos negócios e do investimento neste último trimestre. O foco na criação de novos conceitos/produtos e na qualificação dos recursos, evidencia uma consciência generalizada de que é necessário entender este novo consumidor, que sai da pandemia mais digital, e que pensa com ajuda da computação e da data. Este período acelerou a transformação tecnológica das organizações. No entanto, a tecnologia foi sobretudo utilizada para garantir a conectividade da força de trabalho, e menos no desenvolvimento de novos produtos/serviços e de novos canais de venda. Parece-me que a curto prazo se vão inverter estas prioridades. Realça-se ainda a pouca ou nenhuma confiança que dois terços do painel manifestam nas medidas de apoio anunciadas pelo governo. Neste contexto de crescente competitividade, com a transformação digital a aumentar a velocidade da globalização e a criar oportunidades de internacionalização, um plano de recuperação liderado pelo Estado e virado sobretudo para o Estado não é talvez a melhor opção, quando sabemos que são as empresas que vão liderar esta transformação, sob pena de perderem competitividade num mercado cada vez mais global.

Testemunho publicado na edição de Outubro (nº. 187) da Executive Digest, no âmbito da XX edição do seu Barómetro.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.