XX Barómetro Executive Digest: Ana Isabel Trigo Morais, Sociedade Ponto Verde

A análise de Ana Isabel Trigo Morais, CEO / Administradora Delegada da Sociedade Ponto Verde

A inovação, a tecnologia e a questão, crítica, do fornecimento de matérias-primas são as áreas que gostaria de destacar nestes resultados deste barómetro. É relevante que quase 45% dos inquiridos considere prioritário, em termos de gestão, investir em novos conceitos/produtos neste último trimestre do ano. A inovação é um factor distintivo em qualquer actividade e que tem vindo a ser aplicada de forma intensa na área da economia circular, em especial na reciclagem, por exemplo. Destaque também para a “força” da tecnologia num contexto de teletrabalho e de pandemia, com cerca de 85% a destacar que ajudou a manter a “força de trabalho mais conectada” e quase 31% a afirmar que impulsionou o desenvolvimento de novos produtos e/ou serviços. Sobre a questão das matérias-primas, a opinião reflecte um dos grandes receios dos nossos dias. Mais de 50% diz ter muito receio ou receio quanto a uma possível interrupção no fornecimento das matérias-primas. Há muitas indústrias, incluindo em Portugal, que já tiveram de ajustar o funcionamento à disponibilidade de matérias-primas e esta situação poderá prolongar-se no tempo. Não é uma realidade nova no sector onde a SPV actua, o da reciclagem de embalagens. Tendo em conta a emergência da neutralidade carbónica e a necessidade de consumir menos recursos do planeta, o caminho, não só para as empresas, mas também para os consumidores, é focarem-se cada vez mais na circularidade, que implica uma forte valorização de matérias-primas secundárias, incluindo as que resultam da reciclagem.

Testemunho publicado na edição de Outubro (nº. 187) da Executive Digest, no âmbito da XX edição do seu Barómetro.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.