XX Barómetro Executive Digest: A análise de Manuel Lopes da Costa, BearingPoint

A análise de Manuel Lopes da Costa, Country Managing Partner da BearingPoint

A primeira constatação é que todos prevêem crescer. No entanto a grande maioria só prevê crescer até 10% o que não deixa de ser preocupante face ao volume de negócios perdido durante 2020. Provavelmente também não ajuda que a maioria das intenções de investimento sejam de “manter”, muito provavelmente devido às dificuldades de tesouraria actuais de muitas das empresas. Um maior investimento permitiria obter resultados mais expressivos. É de enaltecer o facto de a grande maioria ter um plano de negócios e sobretudo ter já começado a implementar o mesmo bem como não é surpreende que praticamente todos identificam a tecnologia como principal aliado para ultrapassar os desafios da pandemia. No entanto é igualmente de realçar, mas pela negativa, o facto da maioria estar pouco ou nada confiante nas medidas de apoio à crise que têm sido tão mencionadas pelo Primeiro Ministro ultimamente. Das duas uma, ou falta a divulgação de como todos poderão beneficiar das mesmas ou existe entre os empresários um sentimento que as mesmas só iram beneficiar a alguns. Esperemos que seja tudo uma falta de comunicação.

Testemunho publicado na edição de Outubro (nº. 187) da Executive Digest, no âmbito da XX edição do seu Barómetro.



Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.