Vista Alegre faturou 117,4 milhões de euros em 2021. Vendas sobem 6%

A Vista Alegre comunicou esta segunda-feira à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que atingiu em termos de volume de negócios acumulado, o valor de 117,4 milhões de euros, representando um aumento de 6,4% (mais 7,1 milhões de euros), em comparação com o período homólogo.

A marca alerta que, apesar deste aumento nas vendas, deve ser tido em consideração que o retalho físico em Portugal teve cerca de 5 meses totalmente encerrado e condicionado em todo o mundo, o que representa “uma capacidade de recuperação e superação notável”.

“…depois de um primeiro trimestre ainda marcado pela pandemia e períodos de encerramento dos mercados chave da Vista Alegre, assistimos a uma reabertura progressiva e uma recuperação na procura por parte dos consumidores”, diz a empresa em comunicado.

A Vista Alegre sublinha que nos segmentos de porcelana e cristal da marca Vista Alegre e de faiança da Bordallo Pinheiro, foram o “maior catalisador deste crescimento”.

Com exceção da hotelaria, o volume de negócios gerado pela venda dos produtos da marca cresceu globalmente 36,7% face a 2020 e 11% face a 2019 (pré-pandemia).

“Destaque a nível internacional para os mercados de Espanha, EUA e Brasil, os maiores contribuidores para as vendas de produtos marca, com um crescimento de 69% face a 2020 e um crescimento de 50% face a 2019 (pré-pandemia), sublinha a empresa.

As vendas online cresceram cerca de 32,6% face ao período homólogo, representando já 7% das vendas de marca excluindo hotelaria.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.