pub

Vinte mil casos por dia e sobrecarga do SNS já a 18 de novembro. O que prevê o estudo em que se apoia o Governo?

O Governo e as autoridades de Saúde estão a trabalhar e preparar medidas de combate à pandemia tendo por base o cenário de que, chegados a dezembro, o número de casos diários possa disparar para cerca de 15 mil, mas a situação pode ser ainda pior.

Segundo as projeções do Instituto de Métricas e Avaliação em Saúde da Universidade de Washington, divulgadas em setembro, e com as quais o Governo está a trabalhar, a evolução pode ser mais pessimista do que a que o Governo projeta, apurou a ‘Renascença’.

Para o início de dezembro, as projeções chegam mesmo às 20 mil infeções diárias, valor que seria gradualmente reduzido até atingir os oito mil novos casos por dia no final do ano.

Mas o estudo da Universidade de Washington também apresenta um cenário ligeiramente otimista. Caso o uso de máscara fosse adotado por 95% da população portuguesa, o pico de infeção seria atingido mais tarde, a 26 de dezembro, com cerca de 17 mil novos casos, em 24 horas.

De entre as projeções deste estudo destacam-se ainda pontos como o de, até ao final deste ano, Portugal poder contabilizar mais de oito mil óbitos devido à Covid-19, ou a eventual sobrecarga das unidades de cuidados intensivos do SNS a partir de 18 de novembro.

Sendo que, neste ponto específico, estabelece um intervalo de confiança que atrasa esse cenário até 6 de dezembro, na melhor das hipóteses.

O modelo prevê assim que até ao final do ano o número de camas em unidades de cuidados intensivos seja superado pela necessidade de internamentos nestes serviços.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...