Vinci compra ativos de energia do grupo espanhol ACS por 4.900 milhões de euros

O grupo francês Vinci anunciou hoje a compra das atividades energéticas do espanhol ACS por 4.900 milhões de euros, uma operação que espera formalizar em finais do ano, uma vez obtidas as devidas autorizações.

O preço inclui a avaliação desses negócios em 4.200 milhões de euros, mas também 700 milhões de euros de tesouraria, indicou em comunicado a Vinci.

Para o grupo francês, trata-se de um “grande desenvolvimento estratégico” que visa a criação de um “agente mundial em engenharia, obras e serviços na área de energia” e de “desenvolver projetos de energias renováveis”.

O grupo francês de construção e concessões, principalmente de autoestradas e aeroportos, assumirá quase toda a ACS Industrial Services, que inclui cerca de 45.000 trabalhadores em 50 países e gerou um volume de negócios médio de mais de 6.000 milhões de euros nos últimos três exercícios, com presença sobretudo em Espanha, México, Brasil, Peru e Chile.

A aquisição abrange também as participações detidas pela ACS em oito concessões no domínio das redes de transmissão elétrica e uma plataforma para o desenvolvimento de projetos de concessão de energias renováveis.

A Vinci, que em Portugal detém a Ana – Aeroportos, indicou que a compra será financiada com fundos de tesouraria e com linhas de crédito.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.