Vendas de computadores caem a nível mundial

O mercado global de computadores chegou ao fim de 2018 em quebra. A Gartner registou um recuo anual de 1,3% no número de dispositivos enviados pelos fabricantes para as lojas (shipments). No total, foram enviados 259,4 milhões de computadores.

Mikako Kitagawa, senior principal analyst na Gartner, justifica a descida com a falta de CPUs, que provocou problemas na cadeia de distribuição. «Após dois trimestres de crescimento, os envios de computadores caíram no quarto trimestre (…). O impacto da escassez de CPUs afectou a capacidade de os vendedores responderem à procura criada pela actualização de computadores no segmento empresarial», adianta o responsável.

A este problema junta-se a constatação de que a época natalícia já não funciona como alavanca para a venda de computadores: «A procura por parte dos consumidores manteve-se fraca na quadra festiva. As vendas de Natal já não são um factor crucial.»

Artigos relacionados
Comentários
Loading...

Multipublicações

Marketeer
Artigos de pele portugueses inspiram campanha
Automonitor
Renault apostada na eletrificação em 2020