Vendas da L’Oréal não cresciam tanto há mais de 10 anos

A L’Oréal registou um novo recorde de rentabilidade operacional, com o lucro operacional em 2018 a chegar aos 4,92 mil milhões de euros, representando 18,3% das vendas. O grupo francês também viu as vendas subirem 7,1%, o que corresponde ao maior crescimento em mais de 10 anos: 26,9 mil milhões de euros foi o valor atingido em vendas.

O lucro líquido, por seu turno, saltou 8,8% para 3,89 mil milhões de euros, segundo revela a L’Oréal no mais recente relatório de contas. Jean-Paul Agon, presidente e CEO da L’Oréal, afirma que «num mercado de beleza que acelerou significativamente em 2018, a L’Oréal registou o seu melhor ano de crescimento desde 2007».

O responsável adianta ainda que todas as divisões estão em crescimento, especialmente a L’Oréal Luxo e a Cosmética Activa, com crescimentos de dois dígitos. «As grandes marcas têm o melhor desempenho, particularmente na divisão L’Oréal Luxo, onde as vendas de Lancôme ultrapassaram a marca dos três mil milhões de euros», aponta Jean-Paul Agon. A divisão de Cosmética Activa também registou o melhor resultado da década.

Quanto ao desempenho por zona geográfica, o CEO da L’Oréal explica que o progresso na Europa Ocidental foi travado por dificuldades em alguns mercados, ao passo que o crescimento na América do Norte melhorou em comparação com 2017. «Os novos mercados alcançaram o seu melhor desempenho desde 2007 e a zona da Ásia Pacífico, liderada pela China, ultrapassou a América do Norte com vendas superiores a 7 mil milhões de euros», conta ainda o responsável.

Destaque ainda para o comércio electrónico, que cresceu 40,6% e que foi responsável por 11% das vendas do grupo.

Artigos relacionados
Comentários
Loading...