Vem aí a primeira chuva de meteoros de 2020. E é já esta noite

Nesta madrugada, de 3 para 4 de janeiro, a Terra atravessa uma chuva de meteoros denominada Quandrantid e será possível vê-la em Portugal.

Esta é considerada, segundo a NASA, uma das maiores e mais fortes chuvas de meteoros do ano 2020, ainda que o período de duração seja menor que o normal. No pico deste espetáculo natural podem ser visíveis entre 60 e 100 meteoros por hora.. Segundo a Organização Internacional de Meteoros (IMO), são produzidas «bolas de fogo brilhantes», que demonstram a intensidade da chuva.

Este fenómeno deriva da passagem da Terra por um fluxo de pó espacial, onde simultaneamente percorre a órbita à volta do sol, tem origem na desintegração de pequenas partículas que, ao queimar-se criam linhas brilhantes de luz, possíveis de ver no céu. A composição dos meteoros inclui detritos de cometas e asteroides que percorrem a atmosfera da Terra.

Portugal está em vantagem no que concerne à observação desta chuva de meteoros, uma vez que a mesma se encontra mais visível no hemisfério norte do que no sul.

Desta forma, importa referir que o ponto mais alto do fenómeno ocorre depois da meia noite e antes do amanhecer, sendo que se prolonga por toda a madrugada, durante seis horas.

Locais com uma ampla visão do céu e sem interferências externas são os mais indicados para observar de forma mais clara a chuva de meteoros, devendo fazê-lo a olho nu, habituando previamente a visão ao escuro, pois segundo o «The New York Times”, qualquer dispositivo como telescópios ou binóculos, pode interferir, limitando o campo de visão.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...