Vai fazer compras online? Conheça dos conselhos do Banco de Portugal

As compras online são uma forma cómoda e, por vezes, mais barata de adquirir bens e serviços. Mas há que ter alguns cuidados. Por esse motivo, o Banco de Portugal alertou esta semana no contexto da campanha #ficaadica para alguns para alguns cuidados que deve ter.

Além dos concelhos, o regulador sublinha que é importante procurar informações sobre o vendedor e, caso avance com a compra, utilizar sempre meios de pagamento com segurança acrescida.

Assim, fique a saber aqui o que deve fazer nos diferentes momentos das suas compras online:

 

Antes da compra:

Pesquise o nome da empresa na internet, aconselha a entidade. Se não encontrar informações, como a morada, o telefone e condições da venda, desconfie. Pesquise também sobre experiências de outros clientes com a loja por exemplo, em fóruns de discussão.

Verifique se o website ou aplicação é segura. Pode faze-lo confirmando que o site concebe “https://” e tem um cadeado.

“Seja cauteloso perante ofertas irrecusáveis ou pechinchas, pois, frequentemente, correspondem a situações de fraude”, destaca o Banco de Portugal.

Além disso verifique que tem os habituais programas de proteção contra vírus, que deve ter atualizados, bem como deve fazer por conhecer os termos e condições dos site de compras.

Por fim, não deve clicar em links nem fazer downloads de fontes desconhecidas, nem fazer pagamentos online em equipamentos ou com redes WiFi públicas ou desconhecidas. Também não deve nunca utilizar equipamentos públicos para realizar pagamentos online.

 

Durante a compra:

Durante a compra, não dê dados excessivos. Se tiver dúvidas, peça esclarecimentos ao seu banco.

Para o pagamento, aposte na segurança: crie cartões virtuais com saldo limitado e com um prazo de validade ou, por exemplo, faça o pagamento através da referência multibanco.

 

Depois da compra:

Depois de fazer a compra online, não se esqueça de guardar todos os registos com informação sobre o comerciante e o endereço eletrónico.

Depois disso, consulte periodicamente os movimentos das suas contas e verifique se os movimentos realizados correspondem às compras que efetuou. Caso suspeite de fraude, fale imediatamente com o seu banco e com as autoridades.

Se necessário pode ainda pedir ao seu banco ou outro prestador de serviços de pagamento que cancele o cartão ou as credenciais de acesso ao homebanking com que fez o pagamento.

Ler Mais



loading...

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.