Trump diz que Musk não vai comprar o Twitter por “um preço tão ridículo”

Esta sexta-feira, Elon Musk deixou os internautas e os mercados expectantes quando, no Twitter, anunciou que o acordo de compra da rede social online estaria suspenso até que pudesse perceber se realmente apena 5% dos utilizadores do Twitter são contas falsas e bots.

O Twitter há muito que lida com a proliferação de perfis ilegítimos e algoritmos que simulam interações humanas para disseminar informações falsas ou esquemas de burlas, fraude ou outros crimes, que minam a credibilidade e segurança da plataforma e inflacionam o verdadeiro número de utilizadores.

Apesar de ter demonstrado alguma reticência perante um problema que não é novo para o Twitter, Musk publicou uma nova mensagem na plataforma, para assegurar que continua empenhado na aquisição da empresa.

Horas depois das declarações, ainda que breves e sem grandes pormenores, de Musk, o ex-presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, de acordo com o ‘The Independent’, publicou na sua nova rede social Truth Social que não acredita que o CEO da Tesla vá realmente concretizar o negócio de compra pelo preço “tão ridículo” de 44 mil milhões de dólares.

Na mensagem publicada, Trump escreve que Musk deverá recuar do negócio, “especialmente agora que sabe que a empresa se baseia amplamente em bots e contas de spam”. O antigo Chefe de Estado norte-americano sugere que mesmo que seja possível expurgar o Twitter de todos esses elementos nocivos, pode acabar por não sobrar grande coisa, no que se poderá interpretar como uma acusação de Trump de que a rede social serve de palco para a desinformação.

Trump diz que a única coisa que mantém Musk no negócio e não o impede de virar costas ao Twitter é a cláusula de rescisão de mil milhões de dólares constante do acordo firmado com o conselho de administração da empresa em finais de abril passado.

Musk já se mostrou favorável ao levantamento da proibição de Donald Trump no Twitter, mas isso não impediu o ex-residente da Casa Branca de apontar que “a Truth Social é MUITO melhor do que o Twitter”. Se a entrada de Musk no Twitter realmente for o início de uma nova era na rede social, em que a defesa da liberdade de expressão será levada a novos níveis, poderá esvaziar de utilizadores a nova rede social online de Trump.

Ler Mais


Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.