pub

Trump dita subida de 10% petróleo ao afirmar que está para breve fim da guerra Arábia Saudita e Rússia

Os preços do petróleo subiram esta quinta-feira depois de o Presidente dos EUA, Donald Trump ter vindo a público falar da possibilidade de a Arábia Saudita e a Rússia encerrarem a disputa que contribuiu para a queda histórica do petróleo, desde o mês passado.

Os contratos futuros de West Texas Intermediate subiram 2,11 dólares, ou seja mais 10,4%, para 22,42 dólares por barril. O benchmark internacional Brent também saltou 10,4%, ou 2,58 dólares para 27,32 dólares por barril.

“A indústria do petróleo foi devastada em todo o mundo”, disse Trump em conferência coletiva, na passada noite de quarta-feira. “É muito mau para a Rússia, muito mau para a Arábia Saudita. É mesmo muito mau para ambos. Por isso penso que vão fazer um acordo”.

 

Trump acrescentou ainda que espera que os dois países terminem a guerra de preços dentro de “alguns dias”.

Sobre qual dos dois países poderá a estar a perder mais com esta guerra de preços, para Paul Sankey, analista da Mizuho, ​​“acima de tudo, a Arábia Saudita. A sua taxa de queima neste mercado consumirá a sua reserva de 500 mil milhões de dólares em dois anos”.

Os países da OPEP liderados pela Arábia Saudita propuseram no mês passado um corte de produção de 1,5 milhão de barris por dia, à medida que a procura diminuía. No entanto, a Rússia, que não era produtora da OPEP, rejeitou o corte, provocando uma guerra de preços entre os dois países que afundou o valor do petróleo.

A 6 de março, o petróleo dos EUA estava  a ser negociado acima de 41 dólares por barril. Desde então, o petróleo perdeu cerca de metade de seu valor.

Ler Mais
pub

Comentários
Loading...